JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 09 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Bancos da Rui Barbosa e Calçadão serão substituídos por mobiliário de madeira

A Prefeitura arcará somente com o fornecimento dos bancos de madeiras

14/11/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 14/11/2019 - 13:38:03.

Leitor


Incidentes com bancos na praça Rui Barbosa e no calçadão deram força à polêmica que leva à troca dos bancos

Após polêmica por incidente com bancos no calçadão da Artur Machado e na praça Rui Barbosa, o prefeito Paulo Piau (MDB) afirma que a estrutura de concreto será substituída por mobiliário de madeira até o fim do ano. O serviço será realizado sem custos pela empresa responsável pelo projeto de revitalização do trecho. A Prefeitura arcará somente com o fornecimento dos bancos de madeiras. 

Leia também: Comerciantes de Uberaba pedem a substituição dos bancos da Rui Barbosa

Tampas de caixas de passagens no calçadão também estão se quebrando

Piau afirma que a estrutura de concreto atual será removida e deverá ser reaproveitada em outras áreas da cidade, mas não especificou se o banco seria reinstalado em outros locais ou apenas o material seria utilizado. Segundo o chefe do Executivo, tanto o calçadão quanto a praça Rui Barbosa deverão receber bancos de madeira semelhantes aos que foram instalados na avenida da Saudade, perto da sede da Codau. “Queremos que todos estejam substituídos antes do Natal. Vamos arcar com o fornecimento dos bancos, mas a empresa assumirá com mão-de-obra”, pondera.

A polêmica em torno dos bancos de concreto instalados durante a revitalização da praça e do calçadão começou no período de chuvas porque a estrutura acabou direcionando a água da enxurrada para dentro das lojas do calçadão. No entanto, as críticas aumentaram ainda mais quando dois bancos de concreto se quebraram e machucaram pessoas.

Leia também: Banco da Rui Barbosa quebra sobre a perna de professora durante protesto

Banco da praça Rui Barbosa se solta e fica de cabeça para baixo

Em entrevista à Rádio JM esta semana, o prefeito admitiu que os desgastes causados pela estrutura foram o motivo para que o cancelamento da inauguração do espaço revitalizado. Piau argumenta que o trabalho feito em torno das fachadas no calçadão deu resultados positivos para o visual da área e valorizou a arquitetura do local, mas os problemas enfrentados com os bancos acabaram ofuscando a conquista.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia