JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 23 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Secretário estadual de Saúde defende tempo de isolamento menor sob risco de colapso dos serviços essenciais

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/01/2022 - 16:32:26. - Por Bruno Campos Última atualização: 13/01/2022 - 17:19:47.

Foto/Secretaria de Estado de Saúde

Durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (13), o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, falou a respeito da decisão do Ministério da Saúde em reduzir o período de isolamento pela Covid-19. Para o secretário, essa medida de diminuição dos dias de quarentena “é fundamental”, caso contrário, há risco de sobrecarga dos serviços essenciais.

Em um cenário onde, somente nesta quarta-feira (12), o estado de Minas Gerais atingiu um novo recorde de 18.153 novos casos positivos da doença no período de 24 horas, com recorde também em Uberaba, o secretário acredita que serviços essenciais serão prejudicados devido ao fato de muitas pessoas do setor de serviço estarem contaminadas ao mesmo tempo.

“Temos que entender que a Ômicron vai disseminar tão rápido que os serviços essenciais ficarão colapsados por tantas pessoas doentes. Serviços de saúde, transporte público, todos esses serviços essenciais serão impactados por causa do número de pacientes sintomáticos que não poderão conviver. Essa medida de redução do prazo de dez para cinco dias daqueles pacientes completamente assintomáticos com testagem obrigatória, e sete dias para quem estiver há 24 horas sem sintomas e sem ter feito uso de antialérgicos, é importante porque senão teremos um risco grande dos serviços essenciais serem afetados”, explica o secretário.

Com tantas pessoas adoecendo ao mesmo tempo, torna-se uma possibilidade real a chance de colapso no funcionamento estadual, uma vez que a “preocupação hoje não é só o aumento de pacientes, é o aumento de pacientes com redução de força de trabalho por adoecimento”, finaliza Fábio Baccheretti.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia