JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Uberaba pode ir à Justiça para derrubar a adesão compulsória ao Minas Consciente

11/08/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 11/08/2020 - 08:07:17.


Uberaba pode entrar na Justiça para derrubar obrigatoriedade de seguir regras do Estado no enfrentamento ao coronavírus. Conforme o prefeito Paulo Piau (MDB), a contestação será feita se o município acabar enquadrado na onda vermelha e precisar voltar a fechar estabelecimentos para cumprir orientação do “Minas Consciente”. 

Entenda a divisão por ondas nas novas regras do Minas Consciente

Na primeira avaliação do Estado, a macrorregião do Triângulo Sul foi inserida na onda amarela, a segunda etapa do plano estadual de reabertura das atividades. Os segmentos liberados na onda amarela são quase compatíveis com o que está funcionando atualmente em Uberaba. 

Além do comércio e serviços essenciais, podem abrir nesta fase bares para consumo no local, autoescolas e cursos de pilotagem, salão de beleza e atividades de estética, lojas em geral e imobiliárias. "Para Uberaba, não altera praticamente nada no momento", declara.

Leia também: Município poderá responder a ação por não acatar liminar da Justiça

Secretário diz que plano estadual poderia inviabilizar fiscalização

No entanto, Piau afirma que há receio de os indicadores dos demais municípios da região piorarem, o que levaria ao retorno para a onda vermelha e retroceder ao funcionamento apenas de comércio e serviços essenciais. O chefe do Executivo afirma que a situação prejudicaria Uberaba, que tem realizado as ações necessárias para manter a evolução da Covid-19 sob controle. 

Segundo o prefeito, Uberaba não pode ser penalizada pela piora dos indicadores dos outros municípios da região. Por isso, ele confirma que a Justiça será acionada caso o Estado determine o retrocesso no plano de reabertura da economia. "Por que vamos pagar um preço se estamos fazendo bem? Se as outras cidades não estão correspondendo, vamos pagar por isso? Não vamos aceitar. Aí vamos para a briga", contesta.

Piau ressalta que a população local está seguindo as medidas de distanciamento social e higiene. Por isso, não é justo o município ser puxado para baixo junto com a região. "Não podemos sacrificar uma comunidade. Não posso admitir retrocesso em Uberaba pelos dados e índices que são bons em relação ao conjunto", argumenta.

Prefeito acredita que cidade chegou ao ‘platô’ e pede cuidados à população

Prefeito Paulo Piau (MDB) acredita que Uberaba atingiu o platô em relação à pandemia de coronavírus e pede à população para manter distanciamento social e cuidados de higiene. A análise foi feita em entrevista coletiva ontem.

Segundo o chefe do Executivo, os dados diários demonstram uma estabilidade no quadro local e agora a expectativa é começar a observar uma redução paulatina no número de novos casos da doença.

O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, também salienta que os números da doença em Uberaba estão estáveis nas últimas 10 semanas e há uma tendência de queda. Ele espera que o quadro se confirme, mesmo com as mudanças que entrarão em vigor a partir da adesão ao programa Minas Consciente. "Estamos entregando para o Estado em queda. Esperamos que se mantenha", pondera.

Além disso, o titular da pasta espera que o mesmo venha a se repetir nas demais cidades da região porque o cenário influencia diretamente na ocupação de leitos hospitalares em Uberaba.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia