JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 12 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Decisão sobre adesão ao programa Minas Consciente fica para a próxima semana

01/08/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Decisão sobre programa Minas Consciente em Uberaba ficará para a próxima semana. Apesar de os detalhes da nova versão do plano estadual de reabertura da economia terem sido discutidos ontem em reunião do Comitê Técnico de Enfrentamento ao Coronavírus, Prefeitura ainda não tem posicionamento sobre a adesão ou não ao programa estadual.

A assessoria de imprensa da Prefeitura esclarece que ainda existem muitos aspectos que estão sendo definidos pelo próprio governo estadual. Por isto, o município vai aguardar até que o documento com as novas regras seja finalizado integralmente para deliberar sobre a adesão ou não ao programa. O departamento informa que a decisão pode ser tomada até a próxima quinta-feira (6).

Depois de anunciar a revisão na última quarta-feira (29), vários ajustes foram anunciados pelo governo mineiro e também esclarecimentos sobre pontos que levantaram dúvidas dos gestores municipais. Uma das questões, por exemplo, é sobre a autonomia das prefeituras para decidir sobre o avanço com a abertura de novas atividades econômicas.

Continua depois da publicidade

Em nota distribuída ontem, o governo estadual manifestou que a realidade de cada município mineiro será considerada para determinar a reabertura segura da economia durante a pandemia da Covid-19. O texto afirmou que progressão será feita avaliando características como tamanho da cidade, logística de atendimento e capacidade assistencial.

Na nota, o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, ressalta que o Estado será dividido em 62 microrregiões e o novo sistema de agrupamento permitirá uma gestão customizada da reabertura. De acordo com as informações do Estado, com base nos indicadores das microrregiões, serão recomendadas as ondas de reabertura para as cidades do grupo. No entanto, a análise das 14 macrorregiões de Saúde também será feita semanalmente. Se as indicações de onda forem diferentes para a macro e a microrregião, ele assegurou que caberá a cada prefeito definir qual critério se aplica melhor no contexto do seu município. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia