JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Saúde coloca duas unidades para funcionar à noite nesta semana

Implementação do projeto sofreu atraso em virtude de recusa de profissionais em atender às designações abertas pela Prefeitura

15/09/2019 - 00:00:00. - Por Thassiana Macedo

Diante da recusa de alguns profissionais em atender às designações, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) decidiu iniciar o funcionamento noturno em apenas duas unidades de saúde até quarta-feira (18). A medida visa atender o prazo de 30 dias, a partir da adesão, determinado pelo Ministério da Saúde. Ao todo, quatro unidades foram escolhidas para participar do programa “Saúde na Hora”, lançado este ano pelo governo federal e que prevê auxílio financeiro para custear a ampliação do expediente. 

Segundo o secretário Iraci José de Souza Neto, no fim de agosto, a Prefeitura publicou 24 designações de profissionais que passaram no último concurso municipal. A lista inclui enfermeiros, dentistas e também equipe das áreas administrativa e operacional. “Nós tivemos problema, porque alguns desses profissionais não assumiram ou não quiseram trabalhar nesse projeto. Então, isso atrasou um pouco o processo, mas nós fechamos a possibilidade de, já nesta semana, abrir duas unidades, possivelmente a ‘Professor Aluízio Prata’, no Elza Amui, e Nossa Senhora da Abadia, no bairro Abadia, com profissionais já com horas extras definidas, o que foi autorizado”, explica.

Para manter a programação, Iraci Neto afirma que publicou no Porta-Voz da última sexta-feira (13) um novo edital de designação para profissionais necessários para colocar as quatro unidades de saúde escolhidas funcionando no período noturno. Assim que os profissionais forem assumindo seus postos, o que ocorre no prazo de cinco dias, a secretaria vai reverter a situação, incluindo-os no programa para abrir as outras unidades. A ideia é abrir as duas unidades, em teste, sem realizar um lançamento oficial e acompanhar o comportamento da população no início do funcionamento do atendimento estendido.

São necessários quatro enfermeiros, quatro técnicos em enfermagem, quatro dentistas e quatro auxiliares em Saúde Bucal para compor as equipes que atuarão nos postinhos após as 17h. Além disso, devem ser contratadas quatro pessoas para as funções administrativas e quatro trabalhadores braçais para a área de limpeza. Os profissionais terão a carga horária de 40 horas semanais, mas o horário específico de trabalho ainda será definido.

As outras unidades escolhidas para ter horário de funcionamento estendido até 22h, a partir do fechamento das designações, são “Álvaro Guaritá”, no Valim de Melo, e “Valdemar Hial Júnior”, no bairro Fabrício. 

Ainda de acordo com Iraci Neto, o funcionamento à noite das unidades básicas nos bairros deve facilitar o acesso das pessoas que trabalham no horário comercial aos serviços de saúde e minimizar o fluxo de pacientes que recorrem às UPAs. Inicialmente, o município anunciou nove unidades básicas que estariam aptas a funcionar no período noturno. A expectativa da Secretaria de Saúde é que mais quatro postos passem a ter o horário de atendimento estendido até o fim de 2019.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia