JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Continua depois da publicidade



Brasil começa a produzir vacina 100% brasileira contra Covid

Imunizante deve começar a ser aplicado já em fevereiro

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/01/2022 - 00:00:00. - Por Rafaella Massa

Foto/Agência Brasil

O primeiro lote de IFA foi descongelado agora, em janeiro

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) começou na sexta-feira (14) o descongelamento do primeiro lote de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) produzido nacionalmente e que será usado na formulação das vacinas contra Covid-19 100% brasileiras, realizado pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Apesar da produção do IFA ter começado em julho de 2021, o primeiro lote está sendo descongelado somente agora, em janeiro de 2022, para auxiliar na produção da vacina nacional. Anteriormente, a Fiocruz, que produz a vacina AstraZeneca contra Covid-19, utilizava IFA importado do laboratório chinês WuXi Biologics.

O infectologista José Cavani explica que o IFA é o componente base para fazer a vacina e que a produção nacional é extremamente benéfica, principalmente se falando em economia. “Até o momento, não temos esse IFA produzido no Brasil, o que implica termos que importar. Alguns vêm da China, outros vêm de outros lugares, e isso faz com que a gente gaste mais para produzir vacinas. Uma vez que a gente gaste menos, esse gasto pode ser aplicado em outros locais, na própria saúde ou em outras situações. Inclusive, o Brasil pode acabar, ao invés de comprar IFA de outros países, podendo vender essa IFA para outros locais e lucrar também. Então, é bom nesse sentido, de não depender do externo, que acaba sendo um gasto maior”, explica Cavani.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia