JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Continua depois da publicidade



Inca alerta população para riscos do câncer do intestino

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

28/11/2021 - 00:00:00. - Por Luiz Henrique Cruvinel

Por ocasião da data que marca o Dia Nacional de Combate ao Câncer, 27 de novembro, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) lança campanha alertando a sociedade para os riscos da doença quando atinge o intestino. A iniciativa, com o tema “Câncer de Intestino: O Que Você Precisa Saber?”, será trabalhada pelo Inca no fim deste ano e ao longo do próximo, com material de esclarecimento, peças publicitárias e eventos.

Segundo o instituto, 30% de novos casos de câncer de intestino podem ser associados à má alimentação, ao excesso de peso, à inatividade física e ao excesso de bebidas alcoólicas. Por isso, a prevenção tem papel importante diante do crescimento do sobrepeso e obesidade no país.

O Instituto Nacional do Câncer destaca que a doença é tratável. Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para que o tratamento do câncer de intestino seja eficaz. Um dos desafios é fazer com que a população tenha mais conhecimento da doença, identificando sintomas e aspectos desse tipo de câncer.

A estimativa de mortalidade de pessoas com mais de 15 anos pela doença é de 160 mil entre 2026 e 2030, sendo 82,4 mil entre mulheres e 79,4 mil entre homens. Na comparação com o início dos anos 2000 (2001 a 2005), os números projetados para o fim desta década podem significar um aumento de três vezes, no caso dos homens, e de 2,6 vezes, no das mulheres.

Atualmente, entre os homens, o câncer de manifestação mais comum é o de próstata, com 29,2% dos casos. Entre as mulheres, o tipo mais frequente de câncer é o de mama, com 29,7% dos registros.

Os principais sintomas do câncer do intestino são sangue nas fezes, diarreia, prisão de ventre, dor de barriga, fraqueza, anemia, perda de peso sem um motivo aparente, fezes finas e compridas e tumoração no abdômen.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia