JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 16 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Como a ansiedade pode interferir na saúde da pele?

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

06/06/2021 - 00:51:28. - Por Larissa Prata


De acordo com a dermatologista Giovanna Prata, a ansiedade funciona como um gatilho para condições pré-existentes se manifestarem, como é o caso da caspa, herpes ou de espinhas (Foto/Babi Magela)

Você se considera uma pessoa ansiosa? Mesmo quem teve o ímpeto de responder “não” certamente viu os níveis de ansiedade crescerem durante os mais de quinze meses de pandemia. Tantas mudanças, aliadas à falta de perspectiva de normalidade à vista, impactam em diferentes setores e muitas manifestações físicas de que algo não anda bem na saúde mental acontecem na pele, uma das primeiras a dar sinal de que é preciso reforçar os cuidados neste período.

A pele apresenta uma íntima relação com o sistema emocional, pois se desenvolvem a partir do mesmo folheto embrionário quando ainda estamos no útero. Assim, a pele reflete nossas emoções quase como um espelho.
Através do aumento dos níveis de cortisol, podemos observar piora do quadro de acne e aparecimento de infecções recorrentes como o herpes labial.

A piora do quadro de acne ainda foi agravada pelo uso de máscaras, que alteram significativamente a barreira de proteção da pele e facilitam a inflamação. Em alguns casos, a ansiedade pode agravar quadros de doenças pré-existentes, como vitiligo, alopecia, herpes, psoríase e até mesmo a caspa (dermatite seborreica).

“A ansiedade funciona como um gatilho para diferentes doenças e isso já está documentado em vários estudos nacionais e internacionais, principalmente em pessoas que já têm predisposição genética para desenvolvê-las”, explica a dermatologista Giovanna Prata.

Os distúrbios de ansiedade podem ainda precipitar o aparecimento de lesões de pele conhecidas por psicodermatoses. “A ansiedade prejudica a barreira cutânea e pode desencadear um quadro de coceira (prurido) crônico, em que a pessoa começa a se coçar e entra num ciclo vicioso por vezes difícil de manejar.

“Essas doenças comumente ligadas à ansiedade podem surgir mesmo que você não esteja saindo de casa e esteja fazendo skincare diariamente. Por isso é tão importante buscar o controle do gatilho ansiedade, restabelecendo a saúde mental. Uma dica simples e que faz toda a diferença é buscar atividades que ajudem no controle da ansiedade e tragam prazer, como o exercício físico, trabalhos manuais, terapia. Só não vale descontar na pele, cutucando espinhas, hein?!”, finaliza a dermatologista.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia