JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 01 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ocupação de leitos faz com que Triângulo Norte envie pacientes para outras regiões

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/02/2021 - 16:41:09. Última atualização: 16/02/2021 - 16:41:36.

O Triângulo do Norte se aproxima de um colapso na Saúde. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), 94% dos 254 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública da região estão ocupados. Apenas 15 unidades de terapia intensiva estão disponíveis para todas as doenças, enquanto os pacientes com Covid-19 ocupam 46,72% das UTIs.

A situação atinge várias cidades da região, como Uberlândia e Araguari. Em Uberaba, que no caso faz parte do Triângulo Sul, os leitos de UTI, da rede privada, preocupam. Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, nesta quinta-feira a ocupação privada de UTI alcançou 91%, contra 44% na rede pública. A cidade abriu o mês de fevereiro com 53% na rede privada e 44% na pública. Desde o dia 12 de fevereiro os níveis do privado estão acima de 90%. 

Outras cidades estão com a situação pior, em Monte Carmelo, a rede pública está lotada, e quase faltou oxigênio para os pacientes. Graças à mobilização da comunidade, a Prefeitura de Monte Carmelo conseguiu a doação de 90. Coromandel, que não possui leitos de UTI, também passa por uma situação complicada. O prefeito Fernando Breno (Patriota) solicita uma visita do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, e o envio de profissionais de saúde para o município.  

Posicionamento SES

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), tem monitorado constantemente a situação do aumento de casos na macrorregião Triângulo do Norte e trabalha para que todos os pacientes tenham acesso à assistência médica adequada.

No fim de semana, a SES-MG implementou o Plano de Evacuação de Pacientes, em que foram transferidos cinco pessoas em estado grave dos municípios de Coromandel e quatro de Monte Carmelo para Divinópolis, na macrorregião Oeste. Na segunda (15), uma reunião com prefeitos reforçou a necessidade de os municípios adotarem medidas mais restritivas.

Nesta terça (16), uma comitiva da SES-MG está na macrorregião do Triângulo Norte e deve permanecer até quarta-feira (17) para definir ações estratégicas como orientar e auxiliar municípios e prestadores quanto ao aumento de casos. O Governo do Estado, por meio da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), enviou para Coromandel uma equipe composta por médico intensivista, médico infectologista, fisioterapeuta, enfermeiro e técnico em enfermagem para auxiliar na assistência à população.

Quanto à disponibilidade de gases medicinais, especialmente o oxigênio, o fornecimento se encontra normal. Pontualmente, no município de Monte Carmelo, havia a necessidade por cilindros de oxigênio, o que foi localmente resolvido, no domingo (14). 

O Governo de Minas Gerais, por meio de suas Secretarias de Saúde e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem acompanhado e monitorado o consumo de oxigênio e outros insumos e suprimentos relacionados ao enfrentamento da COVID-19. O monitoramento abrange o acompanhamento do consumo junto a municípios e/ou prestadores, bem como, em alguns casos, conversas diretas com fornecedores estratégicos.

*Com infomações O Tempo


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia