JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Número de pessoas com anticorpos para Covid-19 pode ser maior que indicado, aponta pesquisa

06/07/2020 - 00:00:00.

Cientistas suecos apontam que a imunidade por Covid-19 em pessoas não infectadas pelo coronavírus pode ser maior do que indicam os testes. Segundo a pesquisa, para cada indivíduo que tem resultado positivo para anticorpos contra o Sars-CoV-2, outros dois apresentam células de defesa capazes de identificar e combater esse micro-organismo.

Os dados foram apresentados na plataforma de divulgação de estudos científicos BiorXiv e ainda precisam ser avaliados por outros especialistas. Os cientistas chegaram a essa conclusão após comparar dados de pacientes em diferentes graus de gravidade da Covid-19 e amostras de voluntários não infectados.

Os pesquisadores também ficaram impressionados com a resposta imune quando compararam dados do grupo controle. “É muito interessante ver que não apenas as pessoas com Covid-19 mostraram imunidade às células-T, mas também muitos de seus parentes assintomáticos expostos. Além disso, aproximadamente 30% das pessoas que doaram sangue em maio de 2020 tinham células-T específicas para essa enfermidade”, detalha Soo Aleman, médica no Hospital Universitário Karolinska e também participante do estudo científico.

Continua depois da publicidade

Foram analisadas amostras imunológicas de 200 indivíduos, grande parte deles com sintomas leves ou sem sintomas da Covid-19. Grande parte dos analisados apresentou índices altos das células-T, agentes responsáveis pela defesa do corpo a invasores, como o patógeno que causa a Covid-19.

Para esclarecer essas questões, mais análises serão necessárias. “Estudos mais longos e longitudinais sobre células-T e anticorpos precisam ser feitos para entender o quanto a imunidade é duradoura e como esses diferentes componentes da imunidade à Covid-19 estão relacionados”.

*Com informações Estado de Minas
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia