JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 18 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Confira os horários mais indicados para fazer exercício durante o verão

Período ideal depende do organismo de cada pessoa

11/02/2019 - 00:00:00.

Foto/Divulgação

A exposição ao sol estimula a produção de hormônios. Serotonina, dopamina e melatonina são as grandes responsáveis pela sensação de bem-estar, maior energia e regulação do sono. É, por isso, que no verão muitas pessoas se sentem mais dispostas a realizar exercícios físicos. Contudo, é preciso ter em mente que o nível de exposição à luz solar precisa ser moderado, pois em situações extremas de sol a pino, a radiação solar pode provocar o efeito oposto.

No verão, as temperaturas em algumas cidades brasileiras ultrapassam os 30 graus. Os horários  próximos ao meio dia são os mais intensos, enquanto no início da manhã e final da tarde o calor costuma ser mais moderado, salvo algumas exceções. Assim, é necessário beber muita água para se hidratar antes e depois dos exercícios, além de consumir isotônicos e água de coco, que também são ótimas alternativas para a hidratação do organismo.

De forma geral, se você deseja caminhar, correr, andar de bicicleta, alongar ou exercitar o corpo de outra forma, o ideal é fazer sua atividade quando o sol não está excessivamente intenso, como no início da manhã, ou por volta das cinco horas da tarde. Dependendo do exercício escolhido, é fundamental usar roupas e calçados adequados, como um tênis Adidas feminino, masculino e outras marcas esportivas.

Exercícios matinais X exercícios vespertinos

Apesar dessas indicações, o melhor horário depende do organismo de cada indivíduo. Diferentes períodos do dia apresentam vantagens e desvantagens para a prática de exercícios. Há estudos que mostraram, por exemplo, que a prática do exercício matinal é positivo para a criação de um hábito. Afinal, nesse período do dia, os compromissos pessoais e profissionais ainda não aconteceram, e o corpo está mais disposto.

Se o objetivo for ir de bicicleta para o trabalho, a pessoa também tem mais uma vantagem, já que sentirá mais vigor e bom humor: características estimuladas pela endorfina que o corpo libera. A desvantagem dos treinos pela manhã, no entanto, giram em torno de que a temperatura do corpo tende a ser mais baixa, aumentando o risco de lesões.

Quem treina no final do dia, no entanto, se beneficia dos altos níveis de hormônio e temperatura corporal, o que favorece a prática de exercícios físicos voltados à performance, como aumento da massa muscular e resistência. Também é uma forma de relaxar depois de um dia cheio de stress no trabalho. A prática de atividades de alta intensidade após às 21h não é recomendada, porque podem retardar o sono.

Contudo, é o ritmo circadiano, mais conhecido como relógio biológico, que regula os hormônios, a temperatura corporal, o ritmo cardíaco e outras funções do corpo. Todos esses aspectos influenciam o quão alerta uma pessoa estará em diferentes horários do dia. É por este motivo que alguns não conseguem de jeito nenhum fazer atividades no início da manhã e outra não têm “forças” para se exercitar no fim do dia.

A serviço da BBC, o secretário-geral da Federação Espanhola de Esportes, Luis Franco Banfonte, afirma: "Há correlações entre exposição à luz, estações (do ano) e características individuais. Não dá para generalizar porque é algo muito pessoal”. Assim, escolha o horário que seu organismo melhor se adequa e dedique-se à prática constante de atividades físicas para usufruir de um estilo de vida mais saudável.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia