JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 16 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Secretário é chamado a explicar números em sessão da Câmara de Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

08/06/2021 - 08:54:03. - Por Gisele Barcelos

Em meio à polêmica sobre cálculo da taxa de positividade, Legislativo envia requerimento para convocar o secretário municipal de Saúde, Sétimo Bóscolo, para participar de sessão da Câmara Municipal e esclarecer as divergências nos números divulgados pela Prefeitura. Ainda não houve confirmação do titular da pasta.

No requerimento, de autoria do vereador Paulo César Soares China (PMN), são cobrados esclarecimentos sobre a testagem referente ao período de 23 a 29 de maio, usada no cálculo da taxa de positividade.

A polêmica em torno da testagem ocorreu na semana passada porque o total de testes realizados (1.649) e de resultados positivos (591) eram diferentes do número de casos confirmados nos boletins diários do mesmo período (1.112). A situação trouxe dúvidas sobre a credibilidade dos números utilizados no cálculo da taxa.

O documento encaminhado ao Executivo aponta que as dúvidas precisam ser sanadas para dar transparência às ações adotadas pelo Município no combate à pandemia de Covid-19, pois a taxa de positividade ainda é o único parâmetro para definir sobre a flexibilização ou endurecimento de restrições na cidade.

Ainda conforme o texto, a falta de clareza em relação aos dados “dá a impressão de que a prefeita Elisa Araújo está maquiando os números para atender a interesses do setor empresarial”, evitando medidas mais rígidas, como o fechamento de atividades, para conter a transmissão do vírus.

Prefeitura confirmou que o cálculo da taxa de positividade não considera todos os testes de Covid-19 realizados na cidade. O município justifica estar seguindo uma nota técnica da Fiocruz, que indica uma seleção de determinados tipos de teste para realizar o cálculo. A diretriz estabelece a inclusão somente dos exames de RT-PCR realizados na rede privada, enquanto na rede pública são considerados os de RT-PCR, a pesquisa de antígeno e, também, os testes rápidos de swab nasal.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia