JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 01 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Leilão de estádio em Ituiutaba lembra história do Boulanger Pucci em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/10/2021 - 00:00:00. - Por Raiane Duarte

Foto/Leo Tijucano Drone

 

Histórias parecidas tendem a se repetir no Triângulo Mineiro, até no âmbito do esporte. Para a infelicidade de torcedores, alguns estádios, espaços importantes para a consolidação de boas equipes e até para a história social de uma cidade, acabam sendo perdidos para a iniciativa privada. Em Ituiutaba, o Estádio da Fazendinha passa por leilão, situação que relembra a venda do Estádio Boulanguer Pucci, em Uberaba. Na terrinha do Zebu, o antigo espaço acabou virando rua. 

A vizinha de Uberaba - localizada a cerca de 245 km - passa por um momento triste, principalmente para os amantes da bola. O Boa Esporte Clube perde seu único bem, o estádio da Fazendinha. Conforme divulgado pelo Regionalzão espaço tem proposta de arrematação de dois empresários, Oleir Ferreira e Mário Jacoob Yunes Jr., que também é secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo. 

Tudo começou em 2016, quando um jogador entrou com uma ação onde cobrava do clube R$ 400 mil em direitos trabalhistas. Como não houve pagamento da dívida o estádio acabou sendo penhorado e agora leiloado. O grupo que visa a arrematação tem projeto de empreendimentos comerciais, habitacionais e de lazer no local. Em nota encaminhada para o jornal Regionalzão o clube afirmou que já está adotando as medidas legais para que a arrematação do estádio não se concretize. 

Foto/Uberaba em Foto

 

O dilema do Fazendinha remonta a história do fim do estádio Boulanger Pucci em Uberaba. O espaço foi inaugurado em 1922, no final da rua Hildebrando Pontes com a avenida da Saudade. Porém, o local acabou sendo leiloado em 2009 por causa de uma dívida gerada por um "show da Xuxa'', na época, bancado pelo empresário Oscar Lacerda, com recursos pessoais. Tempos depois, o empresário cobrou do clube o reembolso, sem sucesso, buscando na Justiça o direito de receber seu crédito. Para garantir a execução, foi penhorado o estádio Boulanger Pucci. Levado a leilão, as empresas RCG e LS Guarato se uniram em um consórcio para arrematar a área. Em 2017, a Prefeitura abriu rua onde era o estádio Boulanger Pucci, do Uberaba Sport Clube. 


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia