JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 20 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Uberaba espera aval do Estado para adotar xepas de vacinação

Sistema praticado no Estado de São Paulo permite a vacinação de grupos fora dos programados, caso frascos sejam abertos e a fila esteja zerada

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

10/06/2021 - 00:00:00. - Por Luiz Henrique Cruvinel

Foto/

Em Uberaba somente são abertos frascos de vacinas quando há uma fila de pelo menos 10 pessoas

Já adotadas no estado de São Paulo, as xepas de vacinação não devem ser aplicadas em Uberaba tão brevemente. A prática é utilizada para evitar o desperdício de frascos abertos quando grupos a serem vacinados são insuficientes para a aplicação total dos imunizantes. Na cidade, de acordo com a coordenadora de vacinação, Ana Vera Abdanur, este processo está sendo substituído por uma chamada, feita pela Saúde.

“Nós vamos perguntar ao Estado se há essa possibilidade. Hoje, em Uberaba, não há sobras de frascos abertos. Esperamos formar um grupo de, no mínimo, dez pessoas [na fila] para poder deslacrar os frascos, conforme as normativas. Se houver outras normativas técnicas, poderemos abrir as xepas”, declara Ana Vera.

A situação se dá pela previsão de dez doses constantes em cada frasco de vacina e, quando este número não fecha, pode haver desperdício do lote aberto. Para evitar esse percalço, a Prefeitura optou por convocar para o outro dia as pessoas que compareceram no final do dia e não completaram o total de dez, quando tiver a demanda para frascos totais.

“Desde o início da semana, chegamos à conclusão que, com a baixa procura de CoronaVac, vamos fazer o agendamento do público, para não ter que comparecer ao drive todos os dias. Nós anotamos o nome das pessoas e, assim que tivermos o número necessário, elas são convocadas em outro dia”, explica a coordenadora.

Ainda no empenho de evitar o desperdício, a gestão aplica técnica de utilização dos lotes próximos ao vencimento indicado. Segundo Ana Vera, o último lote disponível é sempre o primeiro a ser utilizado. Desta forma, é feita a renovação do estoque, guardado pela Prefeitura para as segundas doses.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia