JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Presidente do sindicato dos bares e restaurantes exige parâmetros de monitoramento da pandemia em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

20/02/2021 - 12:35:56. - Por Luiz Henrique Cruvinel Última atualização: 20/02/2021 - 12:44:42.

Na manhã deste sábado, 20, o presidente do Sindicato dos Proprietários de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Uberaba (Sinhores), Fred Masson, em entrevista à Rádio JM, levantou a hipótese de adesão do município ao Minas Consciente, para que o setor tenha parâmetros de monitoramento da pandemia na cidade.

“Parece que existe uma tendência de adotar novamente o Minas Consciente. Achamos isso interessante e até sugerimos para o comitê, para termos parâmetros. As nossas atividades de bares, restaurantes, eventos, buffets, não são coisas feitas do dia para a noite. Trabalhamos com matéria-prima perecível. Casamentos e formaturas são feitos em questão de meses. Quando os fechamentos são sem parâmetros causam prejuízos enormes. Nos bares, por exemplo, compramos dois, três barris de chopp que duram 15 dias, e alimentos com prazo de validade. Quando fechamos com o estoque cheio há muito prejuízo. Tem que haver um parâmetro para evitar esse tipo de prejuízo”, justificou Masson.

O presidente do Sinhores também definiu que o setor apresentará propostas apenas após o período de restrição atual, definido pelo Decreto 222. Segundo ele, nenhuma medida deve ser tomada antes de analisar os números da pandemia nestes 15 dias de validade do decreto.

Além disso, Fred Masson criticou o fechamento parcial dos setores e avaliou que a medida traz prejuízos desnecessários. Na avaliação do presidente, a soma dos esforços da Prefeitura, das empresas e dos cidadãos é a única solução para que a situação possa se regularizar.

“A gente acredita que esse fechamento parcial não é suficiente para diminuir a curva. Existem outras estratégias que podem ser feitas. Na próxima semana nós apresentaremos algumas ações, tanto no sentido de propostas, mas também campanhas de conscientização. Enquanto as pessoas não tiverem consciência, não vamos conseguir voltar.”, finaliza o representante do setor.


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia