JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 06 de abril de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Entidades pedem flexibilização de decreto para reabertura do comércio em Uberaba

A medida defendida pela categoria observa que as medidas de prevenção à Covid-19 serão respeitadas

26/03/2020 - 10:49:59. - Por Daniela Brito Última atualização: 26/03/2020 - 13:47:24.

 Foto/Fábio Braga

Lojas fechadas preocupam a categoria, preocupada com os prejuízos decorrentes das decisões

Entidades e sindicatos querem a flexibilização do decreto municipal para a reabertura do comércio em Uberaba. Um documento foi elaborado para ser apresentado ainda hoje (26) ao Prefeito Paulo Piau. A informação é do presidente da Associação Comercial e Industrial de Uberaba (Aciu), Anderson Cadima.

Além da Aciu, a mobilização conta com o apoio da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais Vale do Rio Grande (Fiemg), Sindicato do Comércio de Uberaba (Sindicomércio), Sindicato dos Profissionais da Contabilidade e Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Uberaba.

O presidente da Aciu sabe da importância de salvar vidas, mas observa o cenário econômico prejudicado com o decreto que determina o fechamento do comércio até o dia 30 de abril.

Fechamento do comércio e suspensão de aulas estão mantidos em Uberaba 

O documento, segundo ele, visa garantir a manutenção da economia, com a reabertura dos estabelecimentos, seguindo os critérios de prevenção da Covid-19, assim como foi feito para as feiras livres e o Mercado Municipal. “Ou até antecipar a data para que o fechamento seja até primeira quinzena de abril”, diz.

A mobilização das entidades de classe e sindicatos também propõe prorrogar por noventa dias o pagamento de tributos municipais, referentes aos meses de abril, maio e junho, e ainda permitir o parcelamento desses valores.

O presidente da CDL, Anderson Crema, diz que o documento foi elaborado após ouvir o clamor da categoria, que está preocupada com os prejuízos decorrentes das decisões para a prevenção da Covid-19.

"Não podemos afrouxar as rédeas", opina Iraci Neto sobre possibilidade de reabertura do comércio

Secretário de Saúde, Iraci Neto, se posicionou sobre a possibilidade de reabertura do comércio, que está sendo proposta por entidades classistas e sindicatos em Uberaba. As declarações foram feitas durante entrevista à Rádio JM 95.5 FM.

Ele diz que todas decisões foram tomadas para minimizar os impactos do Covid-19. E, qualquer outra medida, conforme o secretário, passará por análise do Grupo Estratégico de Gestão de Risco e Comitê Técnico-Científico para enfrentamento do coronavírus. “É preciso manter as decisões. Não podemos afrouxar as rédeas”, diz.

 

Para ele, qualquer descontingenciamento causará impactos na saúde. Segundo Iraci Neto, o vírus está em circulação na cidade, com os três casos confirmados. “Cada uma destas três pessoas podem ter passado o vírus para outras sete pessoas, e assim sucessivamente”, informa.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia