JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 07 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Estudantes de Química desenvolvem canudo comestível

Invenção brasileira é feita com bagaços e cascas de frutas e é uma alternativa ao uso de utensílios de plástico

02/07/2019 - 00:00:00.

Foto/Divulgação

Estudantes de química criam canudo comestível como forma de substituição ao canudo plástico

 

Um canudo que, além de biodegradável, é também comestível, com sabor de fruta. A invenção é resultado de seis meses de pesquisa e faz parte do trabalho de conclusão de curso de três alunos de Química da ETEC Amim Jundi, de Osvaldo Cruz, no interior de São Paulo.

Alex Vidotto, Aline Molena e Ariane Guerra, produziram um polissacarídeo (substância semelhante ao açúcar) a partir de bagaços e cascas de frutas como abacaxi, morango, uva, manga e maracujá.

O canudo é flexível e possui o sabor e a cor característica da fruta utilizada para produzi-lo. Nenhum aromatizante é usado no processo e o resultado é um produto que mantém as propriedades naturais das frutas.

Para testar se o canudo comestível seria uma boa alternativa foram realizados testes de solubilidade e o produto foi exposto à água do mar.

A invenção tem como objetivo ajudar a diminuir o consumo de plástico no nosso país: segundo dados do Banco Mundial, o Brasil é 4º maior produtor de lixo plástico no mundo, com 11,3 milhões de toneladas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia.

*Com informações Revista Galileu
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia