JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 16 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 02/06/2021


Continua depois da publicidade


Polícia Civil prende mulheres que se passavam por instrutoras em aulas práticas de direção

Mulheres são presas por exercício ilegal...
Mulher de 39 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil por exercício ilegal de profissão ou atividade, rua Luiz Jordão com rua Osmar Natal Bisinoto, bairro Boa Esperança, as 16h30 desta terça-feira (1º). Durante fiscalização na praça da Mogiana, onde são realizados os exames práticos de direção veicular, para averiguar denúncia de veículos (não credenciados a CFC), que estariam ministrando aulas para candidatos à obtenção CNH, policiais civis se depararam com o veículo Fiat Palio, cor prata, placas EIB-0247. O carro estava sendo dirigido por uma estudante e candidata a CNH de 20 anos e que faria exame de direção hoje (2). A mulher que estava ministrando aula chegou a se identificar para os agentes da Polícia Civil como instrutora. Neste mesmo local e hora, uma outra mulher, desta vez de 46 anos, foi presa também ministrando aula de direção para uma jovem candidata a CNH de 19 anos. Ela usava um carro GM Onix, cor branca, placas QXB-0483 com pedais adicionais instalados do lado do passageiro, sem o devido Certificado de Segurança Veicular (CSV), o que torna a situação mais grave, pois caracteriza adulteração irregular no veículo. O GM Onix foi apreendido. Nos dois casos a Guarda Municipal foi acionada para que fossem lavrados os devidos autos de infrações e as duas mulheres que exerciam ilegalmente a profissão de instrutoras receberam voz de prisão em flagrante dos agentes da Polícia Civil e foram conduzidas a Delegacia de Plantão e deixadas à disposição da autoridade policial. Fica o alerta!!!

Passa bem, infelizmente
O assaltante baleado durante troca de tiros com a Polícia Militar passa bem, infelizmente. Digo infelizmente, pois já é velho conhecido e perigoso. Se ousou atacar policiais armados, o que sobra para nós? Me refiro ao assalto a um casal que estava em um ferro velho na rua Pedro Siega, Parque das Gameleiras, às 15h25 desta terça-feira (1º). Populares que acompanhavam a movimentação das guarnições policiais aplaudiram a ação policial, o que não é muito comum por aquelas paragens. Os dois assaltantes, de 22 e 27 anos, estavam dispostos a fazerem um arrastão pela cidade. Só não contavam que no meio do caminho estava uma guarnição do Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco (Gepar). O “bom moço” de 22 anos, por exemplo, saiu da penitenciária de Patrocínio (MG) no dia 22 de outubro de 2020. Ele saiu para uma prisão domiciliar. Responde a seis inquéritos e tem registros policiais por tráfico de drogas, assalto, receptação, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo. Já o outro, de 27 anos, tem menos passagens. O que não significa que é menos perigoso. Significa que foi preso menos vezes do que o comparsa. Ele deixou a penitenciária de Uberaba em 2017 e tem passagens por desobediência e assalto. Este último é quem estava com o revólver 22 e atirou contra os policiais militares. Os dois assaltantes também são suspeitos de vários outros assaltos em Uberaba.

Educação para o novo normal
Particularmente entendo que não temos mais que sacrificar o comércio. Já ficou provado que não é o comércio ou comerciantes os responsáveis pelas mortes por Covid-19, como querem impor alguns. Temos que endurecer as regras para quem descumpre regras básicas de distanciamento social, aluga chácaras e salões de festas, realiza e frequenta “baladas” clandestinas. Isso sim já está provado que é o grande disseminador da doença. Precisamos entender que vivemos uma nova realidade. Uma realidade onde lavar as mãos com sabão ou higienizar com álcool em gel, usar máscaras e evitar aglomeração é o novo normal. Se ficarmos esperando a vacina e sacrificando empresas, muita gente vai morrer de Covid-19 e de fome. Precisamos nos educar para conviver com a doença. Mesmo que sejamos vacinados, ainda conviveremos com a Covid-19 por um bom tempo. É muito mais fácil nos educarmos para o novo normal do que ficarmos de braços cruzados e reclamando dos governantes. A vida tem que continuar.

Falso funcionário de construtora aplica golpe
Homem de 34 anos acabou sendo preso em flagrante por estelionato após consumir R$1.763,60 em um hotel e R$149,00 em um bar, avenida Edilson Lamartine Mendes, Vila Raquel, às 18h desta terça-feira (1º). Ele deu entrada no hotel no dia 26 de maio último apresentando documentos da empresa Engerb Construções e Incorporações com sede em Fernandópolis (SP). O homem alegou ser funcionário da construtora e que ficaria hospedado por um tempo necessário para concluir uma obra na cidade, com suas despesas custeadas pela empresa. Ele fez a mesma coisa em um bar vizinho ao hotel. Ele foi preso pela Polícia Militar quando tentava fazer checkout sem saldar as despesas.




Continua depois da publicidade


Importunação sexual
Dona de casa de 34 anos procurou a Delegacia de Polícia Civil Especializada em Atendimento à Mulher em Uberaba para dar queixa de seu padrasto, um aposentado de 71 anos. Ela conta que quando era pré-adolescente sofreu abusos sexuais por parte de seu padrasto e saiu de casa. Recentemente voltou à residência de sua mãe e seu padrasto a importunou sexualmente de novo. A dona de casa relata ainda que todos os eventos ocorreram na cidade de Uberlândia, mas que já fez denúncia no Disque Direitos Humanos e agora pede providências à autoridade policial em Uberaba.

Golpe do banco fazendo atualização segurança
Empresa de equipamentos contra incêndio em Uberaba teve um prejuízo de mais de R$43 mil em golpe que vem ficando cada vez mais frequente. Neste caso as vítimas são preferencialmente empresas que fazem movimentação bancária através de computadores. Conforme documento na Polícia Civil, um homem ligou para empresa e disse ser do banco Santander e informou que estava fazendo uma atualização do módulo de segurança. Em seguida, o golpista pediu para a funcionária da empresa entrar na configuração do painel de controle do computador, em um aplicativo, no qual identificou a versão. Na sequência, em uma segunda ligação, desta vez na voz de uma mulher, solicitou que acessasse: santander.protecaopj.com. Neste site, aparentemente do banco, os golpistas pediram para baixar a atualização e fazer o download, onde abriu um programa. Neste momento travou o computador e posteriormente ficou carregando o programa. Foi então que se constatou várias movimentações bancárias, em forma de Pix, pagamentos de tributos, etc... Total do prejuízo: R$43.165,41. Um posto de combustível também teria sido vítima do mesmo golpe na tarde desta terça-feira (1º)

Assalto a residência
Dois homens usando de violência assaltaram um aposentado de 57 anos na rua Espanha, Vila Sara, por volta das 21h30 de segunda-feira (31). A vítima ficou trancada no banheiro e só conseguiu sair, por volta das 6h30 desta terça-feira (1º). Conforme o aposentado, foi abordado pelos assaltantes no quintal de sua casa. Eles anunciaram o assalto dizendo: "Perdeu, perdeu", "entra para dentro de casa", "olha para o chão", "nós queremos dinheiro". Em seguida trancaram o aposentado no banheiro e fugiram levando: R$120,00 em dinheiro, celular, uma smart TV de 50 polegadas, chaves e o Fiat Uno Mille, cor preta, placas FLV-1573. O telefone celular foi encontrado, por uma testemunha, abandonado e danificado no bairro Elza Amuí. A Polícia Militar conseguiu imagens dos assaltantes.

Crime de calúnia
A Polícia Militar registrou ocorrência de calúnia, às 19h de ontem (1º), onde a vítima é um estudante de 23 anos e a autora é a ex-namorada. Ele relata que terminou o namoro e sua ex está postando nas redes sociais mensagem relatando que o estudante teria cometido o crime de estupro contra ela. E isso teria ocorrido várias vezes. O rapaz nega tudinho.

Começando a quarta-feira
Policiais militares que faziam rondas de rotina nos primeiros minutos desta linda quarta-feira (2) se depararam com o veículo GM Corsa Super, cor branca, placas CJY-4385 circulando pela avenida João XXIII, Parque das Américas. O carro foi parado e dentro estava um autônomo de 29 anos. De cara o carro foi apreendido por estar com a documentação irregular (2017), o que não é crime, apenas infração de trânsito. Mas também não tem habilitação. Até aí, são multas pesadíssimas e vai pagar guincho e pátio. Durante buscas pessoais os militares encontraram em seu poder um aparelho celular furtado. Aí a coisa complicou. É crime de receptação e recebeu voz de prisão. Ele disse que comprou o aparelho de uma moça por R$480,00 no último dia 24, mas não sabe quem é. Você deve estar com dó né? Que rapaz azarado!!! Então tá, vamos lá! Olhas as passagens do bom rapaz: falsidade ideológica, preso por mandado de prisão/ foragido da justiça, receptação, roubo tentado, tráfico ilícito de drogas, uso e consumo de drogas, dirigir veículo sem possuir CNH gerando perigo de dano, tráfico ilícito de drogas, acidente de trânsito com vítima, desobedecer a ordem judicial, desobedecer a ordem judicial de novo, ingresso ilegal de celular/rádio em estabelecimento prisional, desobediência, tráfico ilícito de drogas e roubo consumado. Ufa, pensei que não acabava mais. Agora estou com a consciência tranquila, estava achando que o rapaz era só mais um “sem sorte”. Alegria de pobre dura pouco, ele já está em liberdade de novo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia