JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Fábrica de amônia e ureia da Petrobras é incluída no PAC 2

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 30/03/2010 - 09:03:00.

Segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) confirma planta de amônia e ureia para Uberaba. Projeto entrou na lista de prioridades do governo federal até 2014, junto com as unidades de Linhares (ES), Três Lagoas (MS) e Laranjeiras (SE). Governo de Minas precisa agora correr com os trâmites para licenciamento ambiental do gasoduto, pois a disponibilidade do gás determinará a escolha do local para implantação da primeira fábrica.
 
De Brasília, o prefeito Anderson Adauto (PMDB) segue direto para Belo Horizonte hoje e se reúne com dirigentes da Cemig, responsável pela execução do gasoduto. AA quer definir com a estatal o planejamento estratégico sobre a concessão da licença ambiental até o fim de abril. “A gente precisa de um traçado de ações para antecipar ao máximo o licenciamento e o processo licitatório”, pondera.
 
Conforme o relatório, os projetos de Uberaba, Linhares e Laranjeiras entraram agora no PAC. Já o investimento em Três Lagoas estava previsto desde a primeira edição do programa, mas com conclusão após 2010. De acordo com o prefeito, será preciso acertar com clareza o cronograma de licenciamento e do processo licitatório com o Governo de Minas para o município ter chances de disputar a primeira planta da Petrobras. “O local escolhido tem que ter o fornecimento de gás. Os outros lugares já têm, Uberaba ainda não. Por isso, temos que ser igual mulher de César: não só dizer que vamos fazer, mas mostrar que o duto será construído em tempo hábil antes da conclusão da primeira unidade”, acrescenta AA.
 
Quanto aos demais pleitos, Uberaba também conseguiu emplacar a segunda parte das marginais da BR-262. Há ainda a duplicação da respectiva rodovia no trecho até Nova Serrana. O prefeito afirma que o investimento está assegurado pela assessoria da ministra Dilma Rousseff (PT). Entretanto, o projeto não está especificado no relatório inicial do PAC 2. Já o anel viário, segundo Anderson, está no programa, mas a liberação de recursos dependerá da agilidade em concluir o projeto técnico e apresentar ao governo federal.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia