JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 26 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Uniformes para alunos do município em 2018 vão depender da situação financeira

Prefeitura está com cotação em andamento para a aquisição de uniformes escolares do próximo ano

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 08/10/2017 - 14:43:09.

Prefeitura está com cotação em andamento para a aquisição de uniformes escolares do próximo ano, mas abertura de processo licitatório dependerá de análise da situação financeira do município. A informação é da secretária de Educação, Silvana Elias. Este ano, o governo municipal cancelou a licitação dos uniformes e os estudantes não receberam vestuários novos. As peças distribuídas nos anos anteriores foram reutilizadas e as escolas também organizaram um sistema de remanejamento entre as famílias.

Questionada, Silvana explica que não está descartada a adoção do mesmo procedimento em 2018. Ela ressalta que os preparativos para aquisição de novos uniformes estão sendo realizados e a previsão é abertura da licitação em novembro. No entanto, o lançamento da concorrência depende da situação financeira. “Ainda não é certeza [a compra]. Se a gente tiver um cenário mais favorável para 2018, a intenção é continuar oferecendo”, salienta. A secretária argumenta inclusive que a negociação salarial com os educadores é um dos fatores que pesarão na decisão sobre a compra ou não dos uniformes para 2018. “Ainda estamos em negociação com o sindicato [...] A nossa prioridade é a valorização dos educadores”, pondera.

Por outro lado, Silvana adianta que a Prefeitura analisa a possibilidade de adquirir uma quantidade menor de uniformes e adotar critérios para fornecer as peças somente para as famílias de baixo poder aquisitivo no próximo ano. “Sabemos que tem famílias com mais dificuldade por causa do número de crianças e da baixa renda. Então, estamos fazendo esse estudo. A nossa intenção é atender a todos, mas dentro da responsabilidade financeira”, manifesta.

Quanto aos kits escolares, a secretária declara que a compra do material para 2018 já está confirmada. “É prioridade porque [a falta do material] inviabiliza a questão do ensino/aprendizagem”, posiciona. A expectativa, conforme Silvana, é a publicação do edital do processo licitatório dos kits escolares até a primeira quinzena de novembro. O investimento estimado para a compra do material gira em torno de R$2 milhões.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia