JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 13 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Arrecadação da Prefeitura de maio deste ano empata com a de 2016

As receitas somaram R$34.045.864,31 no período em 2017, contra R$33.913.131 no respectivo mês do exercício anterior

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 13/06/2017 - 22:40:59.

Arrecadação de maio da PMU

Tributo

2016 (R$)

2017 (R$)

IPTU

1.467.597

1.208.202

Taxa de lixo

1.248.844

945.455

IPVA

1.906.579

2.307.181,45

ICMS

13.057.295

13.674.709,38

IPI

176.539

162.163,12

FPM

5.385.528

5.332.296,68

ITBI

1.088.019

1.257.988

Multas diversas

3.713.110

3.026.747,89

ISS

5.776.112

6.017.541

Total

33.913.131

34.045.864,31

Arrecadação da Prefeitura em maio deste ano ficou praticamente no mesmo patamar de 2016. As receitas somaram R$34.045.864,31 no período em 2017, contra R$33.913.131 no respectivo mês do exercício anterior. A diferença é apenas 0,03%.

De acordo com o balanço da Secretaria Municipal de Finanças, houve leve incremento de receitas como o IPVA, ICMS, ISSQN e ITBI. No entanto, outros tributos e repasses caíram, como o FPM, IPTU e a taxa de coleta de lixo. Com isso, o resultado final não apresentou crescimento em relação a maio de 2016.

No caso do IPVA, o repasse foi de R$2.307.181,45 em maio de 2017, contra R$1.906.579. Já o ICMS saiu de R$13.057.295 no mês em 2016 para R$13.674.709,38 no mesmo período este ano. Quanto ao FPM, o montante registrado foi de R$5.332.296,68 em maio deste ano, enquanto o valor em 2016 somou R$5.385.528.

Em relação aos tributos municipais, o ISSQN pela primeira vez cresceu em relação ao exercício passado. Em 2016, os cofres da Prefeitura receberam R$5.776.112 em maio de 2016. No mesmo período deste ano, o montante arrecadado foi de R$6.017.541. Já o ITBI novamente mostrou variação positiva, saindo de R$1.088.019 em maio de 2016 para R$1.257.988 no período analisado este ano.

Por outro lado, o desempenho do IPTU e da taxa de coleta de lixo foi menor no comparativo. As duas receitas injetaram R$2,15 milhões nos cofres municipais em maio deste ano, contra 2,7 milhões no mesmo mês de 2016. A diferença se deve à mudança na data de vencimento dos impostos, conforme o secretário municipal de Finanças, Wellington Fontes.

Outra análise. Embora o comparativo entre a arrecadação de maio em 2016 e 2017 não apresentar crescimento, o secretário informa que os números do último mês ultrapassaram a projeção para o período. No orçamento, o montante estimado para maio era em torno de R$32,4 milhões, aproximadamente 5% abaixo do que foi efetivamente arrecadado. Fontes justifica que a previsão foi feita no ano passado e refletia a análise do cenário econômico. “A nossa expectativa era pessimista porque estávamos em plena crise”, posiciona. O titular da pasta ainda ressalta que a perspectiva é que as receitas se mantenham no mesmo nível do ano passado para assegurar o equilíbrio das contas da Prefeitura e pagar em dia as despesas firmadas com os fornecedores.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia