JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Piau diz que saída do PR não enfraquece projeto de reeleição

Para Piau, ao mesmo tempo em que seu grupo perde uma sigla, ganha outras para dar suporte em sua disputa pelo segundo mandato

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 16/07/2016 - 07:28:24.

                                                                                                                                                                                                                                                    Arquivo

 
Prefeito Paulo Piau garante que terá relação harmoniosa com a bancada do PR, mesmo depois da saída dela da base

Saída do PR da base aliada não enfraquece projeto de candidatura à reeleição, conforme o prefeito Paulo Piau (PMDB). O peemedebista afirma que a decisão dos republicanos foi encarada com normalidade. PP acredita que não haverá indisposição com o grupo por estarem em lados opostos no pleito municipal deste ano.

Piau avalia que cada processo eleitoral é diferente e a reformulação das parcerias é natural em uma nova disputa, pois as alianças variam conforme os interesses e crenças das lideranças partidárias.

O prefeito ainda assegura que a saída é compensada pela entrada de outras legendas no grupo de suporte à busca pelo segundo mandato. “Perdemos de um lado e ganhamos de outro. O jogo continua sem abalar em nada [a candidatura à reeleição]”, declara.

De acordo com o peemedebista, o relacionamento com o vice-prefeito Almir Silva e com os vereadores do PR permanecerá harmonioso. Ele também não espera resistência aos projetos do Executivo pelos parlamentares da bancada republicana. “Só pedimos que votem a favor de Uberaba. Basta terem os interesses da cidade como norte maior”, disse.

Em 2012, Piau teve o PMDB e outros seis partidos na coligação que deu suporte à candidatura a prefeito. Segundo ele, nove siglas já estão aglutinadas em torno do projeto para a disputa do segundo mandato. O peemedebista afirma que a composição não inclui o PT até o momento, pois a sigla caminha para lançar candidatura própria a prefeito.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia