JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 30 de junho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Proposta de vereador garante vagas de trabalho a mulheres vítimas de violência

Emenda faz com que empresas que recebam estímulos da Administração Municipal ofereçam oportunidade a essas mulheres

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

17/05/2022 - 19:23:54.

O presidente da Câmara Municipal, Ismar Marão, conseguiu aprovar nesta segunda-feira (16), no plenário da Casa, proposta que insere mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho em Uberaba. A proposta visa inserir essas mulheres no quadro de funcionários de empresas instaladas no município.

Marão apresentou emendas a dois projetos que garantem a oportunidade dessas mulheres ingressarem em empresas que recebem estímulos da Administração Municipal. “Lutamos pela causa desde 2013. Em 2017, reiteramos projeto que criava o Banco de Empregos para mulher vítima de violência na cidade, mas que infelizmente recebeu parecer de inconstitucionalidade à época. A questão da violência doméstica é um ponto que deve ser tratado com destaque em nosso Município e a prefeita Elisa Araújo entende essa necessidade. A violência é uma prática que possui suas raízes firmadas em uma cultura de soberania patriarcal e machista e precisamos mudar essa realidade, trabalhando com ações que mudem essa mentalidade e que ofereçam suporte às vítimas”, disse.

O presidente do Legislativo fez uso da Tribuna para falar de sua satisfação com a aprovação da iniciativa de sua autoria e da importância do empoderamento feminino nas mudanças comportamentais da sociedade. “Precisamos incentivar a contratação destas mulheres além de dar manutenção aos empregos das que estão enfrentando esta situação. Devemos abrir mais as portas do mercado de trabalho para o gênero, pois as mulheres já nos provaram que podem atuar em áreas que antes eram dominadas somente por homens.”

Casa de Acolhimento. Em seu pronunciamento, Marão pontuou além da necessidade de oferecer oportunidades às mulheres vítimas de violência, a necessidade de instrumentos públicos de apoio quando essas mulheres decidem deixar seus lares. “Inserimos na LOA, aprovada no ano passado, R$500 mil para a construção da casa da mulher vítima de violência doméstica. Em reunião realizada ontem com a chefe do Executivo, a primeira mulher a assumir tal cargo em Uberaba, foi anunciada sua implantação. O chefe da Polícia Civil de Uberaba, Cezar Felipe Colombari da Silva, atendeu solicitação da prefeita e irá ceder área na 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, no Parque das Américas, para construção do abrigo, que receberá essas mulheres necessitadas de acolhimento”, contou Marão.

Durante a sessão, o parlamentar elogiou a iniciativa da vereadora Luciene Fachinelli de criar a bancada feminina na Câmara Municipal, agrupamento suprapartidário que será integrado por todas as mulheres em exercício de mandato. “É a valorização da força de trabalho feminina na Câmara. Estamos vivendo uma Legislatura de empoderamento feminino, o que reflete positivamente não só nesta Casa, mas como também na construção de políticas públicas voltadas para o gênero”, encerrou.
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar