JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Anderson Adauto define desincompatibilização no prazo limite

AA argumenta que o processo sucessório para Minas precisa se definir, afinando as estratégias do PT e PMDB

Última atualização: 30/03/2010 - 11:21:40.

Prefeito Anderson Adauto (PMDB) deixará para a última hora resposta sobre a desincompatibilização. Após encontros políticos e discussão da possível candidatura com aliados, AA declarou que só terá decisão no dia 3 de abril, prazo-limite estabelecido pela Justiça Eleitoral para a renúncia dos candidatos. “O quadro está muito indefinido”, justifica.
 
Anderson argumenta que o processo sucessório para Minas precisa se definir, afinando as estratégias do PT e PMDB para as eleições deste ano. De acordo com o prefeito, apesar do apelo da liderança estadual do partido, ainda há dúvidas quanto a deixar o governo municipal. “Ele [deputado Antonio Andrade, presidente do PMDB em Minas] acha que encerrei o meu trabalho em Uberaba, eu acho que não terminei ainda”, disse.
 
A situação atual lembra a estratégia da eleição de 2008, quando AA deixou para o fim do prazo o anúncio de candidatura à reeleição. Até então o prefeito negava o interesse na disputa. A análise é que Anderson poderia lançar-se candidato a deputado federal, pois ele mesmo descartou a chance de ser vice do ministro Hélio Costa (PMDB) ou senador.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia