JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 10 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Calçadão estendido, preenchimento imobiliário e ciclofaixas: confira propostas para revitalizar o centro de Uberaba

Projeto 'Reviva Centro', da Prefeitura de Uberaba, prevê investimentos pontuais para valorizar a região

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

17/06/2022 - 00:00:00. - Por Letícia Marra Última atualização: 17/06/2022 - 11:16:11.

Há muito se fala sobre a revitalização da região central de Uberaba (Foto/Jairo Chagas)

Com aspecto de abandono e desvalorização dos imóveis, o centro da cidade de Uberaba é cada dia mais esquecido à medida em que os investimentos, empresariais e imobiliários, são diluídos nas proporções mais afastadas da zona central urbana. Com o intuito de revitalizar a região, o projeto “Reviva Centro”, da Prefeitura de Uberaba, que prevê mudanças estruturais e valorização de espaços, ainda está sem definição por falta de capital.

"A expectativa da Seplan é de que essa busca de recursos seja concluída até meados de outubro, com abertura de licitação com resultados por volta de fevereiro de 2023 e, a partir daí, concluir em seis meses o projeto final executivo, e a primeira etapa concluída em 2024", informa nota da Secretaria de Planejamento (Seplan), que lidera a ação. 

Leia mais: Secretária de Planejamento acena com US$ 13 mi para revitalizar o Centro de Uberaba

O projeto “Reviva Centro” tem como objetivo principal a criação de uma proposta de requalificação da região central de Uberaba, com o intuito de valorizar o espaço central para a população, moradores, além de incentivar o setor terciário estimulando o comércio e o serviço local. Desta forma, o espaço seria mais atrativo e com maior possibilidade de convivência e circulação de pedestres. No programa estão previstos incentivos fiscais e opções de mobilidade integradas com ciclofaixas e rotas cicláveis, conforme informações da Seplan. 

Dentre os pedidos do projeto de revitalização do centro, está a extensão do Calçadão até a Praça Concha Acústica. Segundo a prefeitura, essa requalificação será realizada em três etapas, sendo remodelação da avenida Leopoldino de Oliveira e rua Artur Machado, com padronização das calçadas, acessibilidade, cabeamento subterrâneo, padronização das fachadas, padronização do mobiliário urbano e arborização. Em seguida, revitalização dos espaços públicos, com remodelação das vias locais do perímetro de intervenção.

O coordenador do Observatório Urbano - Grupo de Estudos sobre a Cidade, Leonardo José Silveira, explica que deve ser feito um estudo aprofundado do motivo do centro estar assim. "Após 2008, com os programas de habitação, vão se levando pessoas para os lugares mais afastados, recorrendo a outras áreas para ter atendimento comercial, crescimento de e-commerce e bancos oferecendo atendimentos pelos celulares", explica. 

Em julho de 2020, o grupo elaborou uma carta atendendo à solicitação expressa pela Seplan com propostas e reflexões sobre a Unidade de Planejamento Centro, entregue em julho de 2020. Entre as sugestões para políticas de desenvolvimento estão levantamentos de dados, produção de mapeamento e estudos das potencialidades dos imóveis, incentivo à habitação de interesse social para o centro, atraindo moradores e fomentando o comércio local. Além de espaço para lazer, arborização das vias,  padronização das calçadas, limpeza da paisagem urbana, revitalização adequada das arquiteturas e valorização da estética e história. 

Segundo o Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba (Conphau), existem 30 imóveis tombados pelo Município e um tombado pelo Iphan. Estima-se ainda que existam 200 inventariados em Uberaba. Esses imóveis podem ter novo uso mantendo suas características arquitetônicas e históricas. Para esses empreendimentos, serão realizadas reuniões temáticas com a comunidade, Sociedade Civil Organizada (SCO), comerciantes, Conphau para discutir as diretrizes desse projeto, prioridades, informações sobre o que eles pensam, para fazer um projeto de acordo com as necessidades da população. Essas reuniões pontuais seriam realizadas a cada 15 dias, já em julho, iniciando pela Praça Rui Barbosa, depois na Rua Artur Machado e encerrando na Concha Acústica.

Em entrevista ao programa Pingo no J, da Rádio JM, o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu), Anderson Cadima, relembrou as proposições que a entidade havia enviado a Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Urbana (Seplan) sobre o projeto de revitalização do centro da cidade.

“Nós fizemos treze propostas, destas, 8 foram aprovadas pelo secretário da época. Esse projeto está parado há muito tempo. Já devia ter dado, pelo menos, um pontapé”, conta Cadima, que entregou ofício ao então secretário de Planejamento, Nagib Galdino Facury, no dia 20 de agosto de 2020.  

Entre as proposições da entidade, estão a expansão do "Espaço Artur Machado" até a Praça da Concha Acústica, proporcionando revitalização imobiliária a todos os quarteirões da via; criação de incentivos fiscais, para empreendedores no segmento de bares, criando jornada especial para esses empreendimentos; instalação de posto policial fixo, em ponto estratégico, visando garantir segurança dos frequentadores no período noturno; a implantação de subprefeitura, para prestação de serviços como emissão de guias em geral e atendimento ao público, entre outras. 

O presidente da Aciu ainda informou que está prevista reunião com a nova Secretária Municipal de Planejamento e Gestão Urbana, Isabela Nascimento, para o dia 20 de junho. 

O presidente da Associação Centro Forte, Fábio Lopes, informou que estão em tratativas com a secretária de Planejamento, Isabella Soares Nascimento e a secretária adjunta, Fúlvia Maria Mendes, para discutir o projeto de revitalização da área central da cidade.

“Está vindo um capital estrangeiro, a maior parte será destinado para a Codau, mas um pouco poderá ser usado no Centro, por conta do problema das enchentes. Os associados estão eufóricos e vamos ver com a secretária o quanto vem e como serão os investimentos da prefeitura”, completa. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar