JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Relatório sobre atestado de Varciel deve ser lido na próxima semana

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/05/2022 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 13/05/2022 - 08:18:22.

Com fase de oitivas encerradas, Comissão de Ética da Câmara Municipal planeja apresentar na próxima semana o relatório final sobre a acusação de conduta irregular do vereador Varciel Borges (PP). O documento deve ser lido em plenário para deliberar se a denúncia contra o parlamentar será arquivada ou se haverá abertura de Comissão Processante para continuar com a investigação.

Apenas duas pessoas foram ouvidas pelos integrantes da Comissão de Ética: o próprio Varciel e o dentista que emitiu o atestado apresentado à Câmara. Inicialmente, foi cogitada a possibilidade de colher outros depoimentos, mas isso não se confirmou.

Apesar de solicitado, a comissão também não teve acesso às imagens das câmeras do circuito interno de segurança do consultório odontológico para verificar se Varciel esteve no local no dia 12 de abril, conforme alegado na defesa.

Por meio da assessoria de imprensa, o presidente da comissão, Wander Araújo (PSC), informou que o condomínio onde funciona a clínica manifestou que não teria como disponibilizar o material porque as filmagens já haviam sido apagadas. A justificativa é que os vídeos ficam apenas salvos pelo período de uma semana no sistema e, quando o pedido foi feito, o prazo do backup havia expirado.

Além dos depoimentos de Varciel e do dentista, a comissão também analisará os documentos e a defesa protocolada pelo vereador acusado para emitir o relatório com o posicionamento sobre a denúncia. A comissão de ética não adiantou qual será o conteúdo do documento.

Varciel Borges foi acusado de apresentar atestado para faltar à sessão legislativa em abril, enquanto participava de uma excursão com destino ao Beto Carrero World. Nas redes sociais, houve questionamentos inclusive de que o atestado entregue à Câmara seria falsificado.

Em resposta às acusações, Varciel alegou no plenário da Câmara que houve um erro do dentista na hora de preencher o atestado referente à consulta realizada no dia 12 de abril. Por isso, o documento consta a data de 13 de abril, mesmo dia da sessão e quando já estava em viagem. Além disso, o parlamentar informou que o holerite do mês comprova o desconto realizado no salário de abril devido à sua ausência na sessão do dia 13. 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia