JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 18 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Vice-prefeito e secretário da Saúde serão ouvidos em CEI

Moacyr Lopes e Sétimo Bóscolo já foram convocados e prestarão depoimento na sexta-feira; ex-adjunta da pasta, Fabiana Prado, também foi chamada, mas ainda não confirmou presença

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

05/05/2021 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Foto/Jairo Chagas

Secretário de Saúde, Sétimo Bóscolo, e a prefeita Elisa Araújo, em posto de vacinação na Fundação Municipal de Esporte e Lazer

Dando continuidade à apuração das denúncias de fura-fila na vacinação contra a Covid-19, Comissão Especial de Inquérito (CEI) ouvirá esta semana o secretário municipal de Saúde, Sétimo Bóscolo, e o vice-prefeito, Moacyr Lopes, para prestar esclarecimentos.

De acordo com o presidente da CEI, vereador Marcos Jammal, as convocações já foram feitas e os dois estão agendados para serem ouvidos na sexta-feira (7) pelos integrantes da comissão. Ele acrescenta que a ex-secretária adjunta de Saúde, Fabiana Prado, também foi chamada, mas ainda não houve confirmação do comparecimento.

Além disso, a comissão já colheu depoimento do superintendente regional de Saúde, Maurício Ferreira, sobre as questões relacionadas à distribuição de imunizantes.

Paralelo aos depoimentos, Jammal explica que os integrantes da CEI estão reunindo documentos e confrontando dados para a elaboração do relatório que será apresentado em plenário. “Estamos identificando situações que estão chamando atenção, mas ainda não é possível fazer sem juízo de valores”, disse, preferindo não especificar se o grupo constatou irregularidades na aplicação das vacinas.

Questionado, o presidente da comissão também disse que ainda não pode declarar se haverá ou não a instauração de uma Comissão Parlamentar Processante (CPP) para dar continuidade aos trabalhos. A CPP pode, inclusive, resultar em cassação de mandato eletivo e até exoneração de integrantes do secretariado.

Instalada no início de abril, a CEI tem inicialmente prazo de três meses para a apuração das denúncias, mas pode haver prorrogação. Se o cronograma não for adiado, o relatório final da CEI pode ser apresentado até o início de julho para apreciação dos demais vereadores em plenário. Jammal posiciona que a expectativa é concluir a apuração e elaborar o documento dentro do prazo.

A polêmica em torno da vacinação contra Covid-19 em Uberaba se intensificou com a divulgação da primeira lista de vacinados no município. Diversas inconsistências foram apontadas no relatório, inclusive a presença de 17 professores da Educação Básica e pessoas lotadas em cargos comissionados da Prefeitura entre o grupo que recebeu o imunizante.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia