JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Vereador quer que Prefeitura pare de receber pacientes com Covid de cidades fora do Triângulo Sul

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/02/2021 - 12:03:36. - Por Gisele Barcelos

Após Uberaba receber pacientes de outras regiões para tratamento da Covid-19, Legislativo solicitou à Prefeitura que declare ao Estado não ter capacidade para continuar atendendo pessoas de fora da macrorregião Triângulo Sul nos hospitais da cidade.

O requerimento foi lido ontem no plenário da Câmara Municipal pelo vereador Túlio Michelli (PSL) e contou com a assinatura de outros 12 parlamentares. O ofício foi protocolado ontem para análise do Executivo e agora o grupo aguarda reunião para tratar o assunto com a prefeita Elisa Araújo (Solidariedade).

No documento, os parlamentares manifestam que preocupação com o crescimento de casos de Covid-19 em Uberaba e cobram providências imediatas para que Uberaba tenha condições de atender a demanda dos 27 municípios pertencentes à macro Triângulo Sul, da qual é cidade pólo.

O texto ainda sugere que a Secretaria de Estado de Saúde seja rapidamente informada da incapacidade do Município em continuar recebendo pacientes de outras macrorregiões do Estado, pois a situação pode comprometer em breve o sistema de saúde local. “A justificativa do atual governo é que o Sistema Único de Saúde é UNIVERSAL, porém, tal universalidade não pode, sob qualquer hipótese, obrigar que Uberaba, que está caminhando a passos largos para um colapso hospitalar, receba pacientes de outras localidades, colocando assim, a responsabilidade nas costas de um Município, quando na verdade, trata-se de uma obrigação maior do Estado”, continua o documento.

No ofício, os parlamentares ainda questionam que de quem será a responsabilidade caso as transferências de pacientes de outras regiões resultem no colapso da rede de saúde local. “Estaria o atual governo ciente das limitações dos recursos humanos das nossas unidades? Temos médicos, enfermeiros, técnicos, enfim, todos da área da saúde, trabalhando em regime alucinante. Tal desgaste coloca em grave risco a condição profissional e emocional destes que estão na linha de frente”, ressalta o texto.

Além disso, o requerimento critica o governo estadual por despreparo para o enfretamento da Covid-19 em Minas Gerais e cobra do Estado a reabertura do hospital de campanha para suprir a necessidade dos municípios que vem sendo atendidos no Hospital Regional. “Uberaba não pode, pura e simplesmente, permitir que as portas da cidade sigam abertas para atender o despreparo do Governo do Estado que, inclusive, tem saldo devedor gritante com nosso município.” 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia