JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 30 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Prestação de contas mostra que Heli teve a campanha mais cara

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

19/11/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Com encerramento do primeiro turno das eleições, candidatos derrotados atualizam prestações de contas sobre os gastos na campanha. Heli Andrade (PSL) foi quem apresentou os maiores gastos com a candidatura, superando inclusive os valores declarados pelos candidatos que seguiram para a disputa em segundo turno.

A última atualização da prestação de contas de Heli ocorreu no dia 14 de novembro. Até a data, o candidato do PSL tinha recebido R$2.810.713,90. Desse total, R$1.954.713,90 (69,55%) foram doações feitas pela direção estadual do partido, R$816 mil contribuições de pessoas físicas e R$40 mil de recursos próprios.

Além disso, a prestação de contas informa que até a véspera da votação, Heli já tinha um total de R$2.170.217,99 em despesas contratadas. O montante inclui gastos com serviços prestados por terceiros, atividades de militância, mobilização de rua, publicidade por materiais impressos e também doação para a campanha de candidatos a vereador do partido.

Entre os candidatos derrotados, Antônio Lerin (PDT) informou a segunda maior arrecadação para a campanha até o momento. Ele declarou ter recebido R$500 mil, sendo 100% em recursos destinados pelo partido para a campanha.

No entanto, o total de despesas contratadas até o dia 5 de novembro era de apenas R$340.486,78. O dinheiro foi aplicado principalmente na confecção de material impresso, produção de programa de rádio e TV, serviços advocatícios, correspondência e produção de jingle para a campanha.

Patrícia Melo aparece em seguida no ranking. A prestação de contas foi atualizada também no dia 14 de novembro e consta o montante de R$439,5 mil em recursos recebidos, sendo R$438,3 mil (99,73%) verba destinada pela direção nacional e estadual do PT. Por outro lado, a candidata do PT informou apenas R$75.899,14 em despesas contratadas até a véspera da votação em primeiro turno. O total abrange publicidade por materiais impressos e serviços prestados por terceiros.

Os demais candidatos derrotados apresentam, até o momento, receitas e despesas de R$50 mil para abaixo. O menor valor foi declarado por Lupércio Peres (Avante). A prestação de contas atualizada no dia 14 de novembro inclui arrecadação de R$1 mil por doações de pessoas físicas e nenhuma despesa lançada até a data. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia