JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 30 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ministério aprova unidade da "Casa da Mulher Brasileira" para Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

01/09/2020 - 00:00:00.

Uberaba vai receber uma unidade da Casa da Mulher Brasileira, projeto do governo federal que disponibiliza um espaço integrado e humanizado para atendimento às mulheres em situação de violência. A proposta e o plano de trabalho foram aprovados pela Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Os recursos para custeio e investimento da unidade, no valor de R$290 mil, são de emenda parlamentar do deputado federal Franco Cartafina (PP/MG). Com a liberação do empenho na última quinta-feira (27), o município já está apto a assinar o convênio com o Ministério. Esta poderá ser a primeira unidade deste projeto em Minas Gerais.

“A proteção da mulher é uma das bandeiras que sempre defendi, desde o meu primeiro mandato de vereador em Uberaba. E como deputado federal, este projeto foi uma das primeiras iniciativas que tive em Brasília. A confirmação desta Casa mostra que o município sai na frente e dará um importante passo para o combate à violência doméstica, com todo o acolhimento que estas mulheres necessitam”, explica Cartafina, ressaltando o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social para a viabilização da unidade.

Ele destaca que o tema se torna ainda mais urgente neste período de pandemia, quando os casos de violência contra a mulher cresceram de forma significativa. Em Uberaba, números do Centro Integrado da Mulher mostram que em 2020 já foram registrados 578 atendimentos e quatro feminicídios no município.

A Casa da Mulher Brasileira reúne em um mesmo espaço serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres, como acolhimento, apoio psicossocial, alojamento de passagem, entre outros. O local também conta com apoio do Juizado, Ministério Público e Defensoria Pública. O projeto facilita o acesso a estes serviços para garantir condições de enfrentamento da violência, o empoderamento da mulher e sua autonomia econômica.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia