JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 03 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Piau espera decisão favorável em processo que suspendeu decreto

Com recurso protocolado no Tribunal Regional Federal, a expectativa era de posicionamento na sexta-feira (29), o que não se confirmou

31/05/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 31/05/2020 - 08:20:41.

Jairo Chagas


Ontem, grupo de comerciantes, com apoio de autoescolas, esteve diante da Justiça Federal, protestando contra a suspensão do decreto

O prefeito Paulo Piau (MDB) espera decisão favorável ao município em processo referente à reabertura gradual da atividade econômica em Uberaba. Decisão da Justiça Federal barrou o plano, mas Prefeitura protocolou recurso no Tribunal Regional Federal (TRF) para validar o decreto que liberou a entrada de clientes no interior das lojas e a volta do funcionamento das galerias comerciais e shopping centers.

Piau tinha a expectativa inicial de um posicionamento em segunda instância ainda na sexta-feira (29), o que não se confirmou. Entretanto, ele espera que a deliberação sobre o caso não se arraste no TRF. “Justiça que tarda não é justa. Esperamos que a Justiça possa andar o mais rápido possível nessa definição para acabar de vez com esse imbróglio”, declara.

O chefe do Executivo esclareceu que a decisão do juiz federal Élcio Arruda será respeitada integralmente enquanto não houver um posicionamento em segunda instância. A Prefeitura até notificou na quinta-feira (28) os shopping centers para fecharem as portas novamente em cumprimento à ordem judicial.

No entanto, o prefeito declarou que o caminho não pode ser de uma “obediência cega” e voltou a contestar o embasamento técnico tanto do juiz quanto dos representantes do Ministério Público Federal sobre a área de Saúde e as medidas necessárias de enfrentamento ao coronavírus. “Pelo que sei, eles são advogados. Quem são as pessoas que estão dando assessoramento técnico no Judiciário? Onde estão buscando subsídios para tomar essa decisão? É o que gostaria de saber”, manifesta, ressaltando que todas as ações adotadas pelo município são com respaldo e orientação dos especialistas que compõem o comitê técnico.

Piau já havia afirmado anteriormente que iria até a última instância para reverter a decisão que suspendeu o novo decreto publicado pela Prefeitura. Segundo ele, as empresas da cidade já estão em estado crítico e a economia precisa voltar a rodar para evitar ainda mais fechamento de empresas e desemprego na cidade.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia