JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de fevereiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Taxistas pedem desburocratização de processos e menores taxas para atuação

15/02/2020 - 00:00:00. - Por Jefferson Genari

Burocracias, infelizmente, fazem parte de vários momentos das nossas vidas. A papelada é sempre um processo moroso, com altos custos e que muitas vezes poderiam ser processos mais curtos e rápidos. Isso é justamente um dos pedidos da categoria que trabalha atrás do volante nos táxis em Uberaba.

Na manhã da última quinta-feira (13), o Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Uberaba (Scavru) se reuniu com representantes da administração municipal para apresentar reivindicações e sugestões para melhorar a livre concorrência. Além disso, eles pedem soluções para desburocratizar e baratear as taxas de renovação e transferências de permissões.

Dênis Silva, presidente da Codiub, diz que foi montada uma comissão de desburocratização envolvendo todas as secretarias do município. Assim, é possível identificar e procurar soluções para atender não somente os motoristas, mas a questões relacionadas a alvarás, licenças prévias, licenciamento ambiental e outros. “Assim é feito tudo de forma online, sem papéis. As pessoas passam todos os anos por processos que podem ser simplificados”, comenta Dênis.

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Na reunião da última quinta (13), a Secretaria de Defesa Social, que atende diretamente os taxistas, esteve presente para receber as demandas da categoria e buscar soluções de inovação. “Além de atender às solicitações, o objetivo é trazer soluções que vão de encontro com os antigos jeitos de se fazer comércio e os táxis possuem leis federais muito restritivas. E no âmbito municipal, era preciso ouvir, propor um projeto para modernizar a relação da prefeitura com os taxistas e proporcionar uma melhor competitividade no mundo moderno”. O presidente da Codiub pondera que não adianta ir contra a inovação. “O que pode ser feito é modernizar essa relação da categoria com o poder público para ser concorrente a altura com ou outros aplicativos. O que não pode acontecer é exigir de mais de uma categoria e não da outra. É injusto”, completa Denis.

APP PARA TAXISTAS

Um aplicativo para atender os taxistas não está descartado, mas a Codiub comenta que uma das dificuldades é que cada empresa já tem um app exclusivo. A ideia, ententanto, está apenas no início e deve ser melhor avaliada com o tempo. O objetivo é trazer soluções para simplificar a relação da prefeitura com o cidadão utilizando a tecnologia. Mas sobre o APP para taxistas e outras possíveis soluções, a Codiub diz que é importante não ser tão restritivo com a categoria para que eles possam competir de forma justa no mercado. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia