JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Sem antecipação do nióbio, Zema fala em atrasar o 13º outra vez

Sem antecipação de recursos da exploração do nióbio, o governador Romeu Zema (Novo) afirma que haverá dificuldade de pagar o 13º salário do funcionalismo

23/10/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 23/10/2019 - 13:59:29.

Sem antecipação de recursos da exploração do nióbio, o governador Romeu Zema (Novo) afirma que haverá dificuldade de pagar o 13º salário do funcionalismo e quitar os repasses devidos às prefeituras mineiras. A declaração foi dada durante discurso na abertura da 25ª edição do Minas Trend, em Belo Horizonte. 

No pronunciamento, Zema disse que se a Assembleia Legislativa não aprovar, ainda este ano, o projeto de lei que permite ao Estado antecipar recursos da exploração do nióbio, “será muito difícil” pagar o 13º. Além disso, o governador acrescentou que os cerca de R$5 bilhões em royalties do nióbio também são necessários para pagar repasses devidos às prefeituras, intensificando a pressão ao Legislativo. 

Zema também enfatizou a defesa das privatizações das estatais e pediu apoio dos empresários para sensibilizar os deputados estaduais quanto à votação das propostas para a adesão de Minas ao regime de recuperação fiscal do governo federal. O governador informou que as três primeiras propostas já foram enviadas e disse respeitar o tempo dos parlamentares, mas voltou a pressionar o Legislativo. "O futuro está nas mãos dos deputados", afirmou.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia