JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Uberaba fora de obras prioritárias de Minas Gerais

Na região do Triângulo Mineiro são sete obras previstas na relação anunciada ontem, mas nenhuma para Uberaba

15/10/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 15/10/2019 - 08:33:40.

Divulgação


Governador Romeu Zema divulgou ontem o catálogo com 65 obras prioritárias para o Estado de Minas Gerais

Governo de Minas divulgou ontem catálogo com 65 obras prioritárias para o Estado. A lista apresenta projetos na área de Infraestrutura, Saúde, Educação e Segurança Pública para orientar os deputados na destinação de recursos por meio de emendas parlamentares. A relação inclui sete obras na região do Triângulo Mineiro, mas nenhuma em Uberaba.

No catálogo de obras prioritárias do Estado, está previsto o investimento de R$24 milhões na região para construir um presídio feminino com 407 vagas em Uberlândia. Os outros seis projetos envolvem a conclusão de obras rodoviárias paralisadas no Triângulo.

Aproximadamente R$40 milhões serão aplicados para concluir: quatro quilômetros de duplicação na rodovia BR-365 em Araguari; pavimentação de um trecho MGC-455 entre Frutal e Pirajuba; pavimentação de trecho da BR-364 em Frutal; construção de ponte ligando Itapagipe e Campina Verde; pavimentação de segmento da MGC-154; e a implantação de ponte entre Uberlândia e Campo Florido.

Ao apresentar o material a deputados estaduais mineiros ontem, o governador Romeu Zema fez um apelo aos parlamentares para a conclusão das obras. “O Estado não tem condições financeiras para terminar esses empreendimentos que já começaram. São esqueletos que consumiram algum dinheiro público e que precisam ser finalizados. São obras que vão melhorar a qualidade de vida dos mineiros em todas as regiões do estado. Infelizmente, o caixa não nos permite a conclusão”, posiciona. 

Já o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio Barcelos, destacou que esta é a primeira vez que o governo mineiro divulga quais são as obras e projetos do Estado que estão paralisados e que podem passar a contar com o apoio das emendas parlamentares.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia