JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Deputados cobram solução para déficit nos efetivos das polícias

Em sabatina na Assembleia Legislativa ontem, deputados estaduais cobraram solução para déficit nos efetivos policiais

09/10/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Em sabatina na Assembleia Legislativa ontem, deputados estaduais cobraram solução para déficit nos efetivos policiais. Os representantes da área de Segurança Pública do Estado admitiram a necessidade de aumento dos quadros tanto da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) quanto da Polícia Civil. 

A Polícia Militar acumula um déficit de 16 mil policiais. Só em 2019, foi registrada a evasão de 1.465 servidores e a inclusão de apenas 36 novos.

De acordo com o comandante-geral da corporação, coronel Giovanne Gomes da Silva, a recomposição do quadro funcional está sendo discutida com o governo. Ele acrescentou que há previsão de realização de novo concurso público no próximo ano e novas turmas de formação de policiais deverão se iniciar em fevereiro e maio de 2020. 

Já o chefe da Polícia Civil, Wagner de Souza, destacou a homologação do concurso para escrivão, um dos compromissos assumidos no primeiro ciclo de reuniões em junho deste ano.

Segundo Souza, 119 novos escrivães já estão sendo treinados e deverão assumir em janeiro de 2020. Também foram nomeados 79 delegados e 392 investigadores, atualmente em treinamento. Mesmo assim, o déficit no efetivo da Polícia Civil continuará alto, com uma queda de 43% para 40%.

O presidente da Comissão de Segurança Pública, deputado Sargento Rodrigues (PTB), que conduziu a reunião, manifestou preocupação com o fato de que os efetivos poderão cair ainda mais com a aprovação da reforma da Previdência, o que deverá levar um grande número de policiais a antecipar a aposentadoria.

Sobre a Polícia Civil, Sargento Rodrigues afirmou que é necessário nomear os 87 excedentes do último concurso para delegados. Ele conclamou os parlamentares a pressionarem o governador Romeu Zema para resolver definitivamente a questão de efetivo das polícias, já que é o chefe do Poder Executivo, e não os chefes das instituições, que pode fazer isso.

Agenda. Nesta quarta-feira (9), as reuniões com integrantes do governo estadual continuam na Assembleia Legislativa e serão recebidos a secretária de Estado de Educação (SEE), Júlia Goytacaz Sant'Anna, e o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Germano Vieira. 

A aplicação integral do orçamento da educação e a conversão de multas ambientais estão entre os principais temas escolhidos pelas comissões parlamentares para o debate com os secretários.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia