JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Com despesas de R$ 1 bi em 2018, maior gasto da PMU foi de pessoal

Os dados são do Tribunal de Contas do Estado Minas Gerais (TCE-MG) e se referem ao exercício de 2018

15/09/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 15/09/2019 - 08:13:46.

Em 2018 a Prefeitura Municipal de Uberaba arrecadou R$1,141 bilhão e gastou R$1,078 bilhão. Os dados são do Tribunal de Contas do Estado Minas Gerais (TCE-MG) e se referem ao exercício de 2018. Reportagem do Jornal da Manhã acessou ontem o balanço do órgão que regulamenta os gastos dos municípios mineiros. 

O maior gasto do município foi com pessoal. Ou seja, pagamento dos servidores, com R$277,905 milhões, o que representa 39% do orçamento. A legislação estabelece que as cidades tenham gasto máximo de 60% com pessoal, 54% na cota do Executivo e 6% do Legislativo.

Do total de gastos com pessoal no ano passado, 37,31% foram do Executivo. A Câmara Municipal de Uberaba gastou com pessoal R$21,8 milhões, o equivalente a 2,1%. Somente o gabinete do prefeito, segundo o relatório do TCE-MG, registrou gastos totais de R$6 milhões. O volume é quase cinco vezes mais que o gasto pelo Departamento de Gestão do Agronegócio, R$1,2 milhão.

A Educação recebeu aplicação de R$185,4 milhões, o que representa 33,3% da execução orçamentária. A aplicação mínima nesta área, segundo a Constituição Federal, é de 25%. A pasta recebeu a segunda maior destinação de recursos. 

A Saúde demandou o terceiro maior volume financeiro. Ao longo dos doze meses foram destinados R$124,8 milhões, o que representa 22,4%. Assistência hospitalar e ambulatorial demandou R$55 milhões e atenção básica, R$35,7 milhões.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia