JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Fechado processo de compra do sistema para o Cidade Vigiada

Expectativa é que as primeiras 60 câmeras sejam instaladas na cidade até o fim do mês de setembro

13/08/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 13/08/2019 - 18:21:20.

Divulgação


Jornalista Denis Silva, presidente da Codiub, diz que a proposta é constituir um mostruário em Uberaba para vender o sistema a outros municípios

Codiub finaliza e homologa licitação para compra de sistema de videomonitoramento do programa Cidade Vigiada. Quatro empresas disputavam o processo e a vencedora foi a Olho Vivo MG, com sede em Belo Horizonte. O teste dos equipamentos e software foi realizado no fim do mês passado e a tecnologia disponibilizada atendeu aos critérios técnicos previstos no edital. 

A ganhadora do certame deverá realizar a entrega do software de videomonitoramento, mesa de controle de câmeras, servidores de armazenamento, servidores de imagens, estações de trabalho, conjunto de monitores para videomonitoramento e sistema de alertas com integração em tempo real com o sistema da Polícia Militar de Minas Gerais, além de realizar a instalação de todos aparelhos para a entrada em operação do Centro de Monitoramento em Uberaba.

Segundo o presidente da Codiub, Denis Silva, a expectativa é que as primeiras 60 câmeras do programa sejam instaladas na cidade até o fim de setembro. A companhia arcará com recursos próprios para a implantação das câmeras e do Centro de Monitoramento em Uberaba, com investimento de cerca de R$1,5 milhão. A meta é chegar a 120 câmeras até meados do próximo ano.

A proposta da Codiub é constituir um mostruário em Uberaba para atrair outros municípios e criar um cinturão de segurança na região. O edital prevê a aquisição de até 330 câmeras, montante suficiente para que a Codiub ofereça o serviço também a outros municípios. 

Denominado “Cidade Vigiada”, o sistema engloba a implantação de câmeras nas vias da cidade com software de leitura de placas, analíticos forenses. A ferramenta será diferente do programa Olho Vivo. Enquanto o monitoramento do Olho Vivo é realizado apenas assistindo à transmissão das câmeras, o sistema da Codiub será totalmente inteligente e contará com softwares analíticos que identificam, por exemplo, placas e veículos roubados. A tecnologia ainda terá integração em tempo real com o sistema da Polícia Militar, para enviar alertas de atividades suspeitas.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia