JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 24 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Codiub abre processo de compra de equipamentos do Cidade Vigiada

Sistema consiste na instalação de câmeras com software de leitura de placas, analíticos forenses e um Centro de Monitoramento e Controle

07/07/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 07/07/2019 - 08:09:46.


Reprodução


Previsão é de investir cerca de R$1,5 milhão na primeira etapa, que deve incluir o Centro de Monitoramento e mais de 50 câmeras

 

Conforme adiantou o Jornal da Manhã, Codiub abre licitação para compra de sistema de videomonitoramento que será instalado em pontos estratégicos da cidade. O projeto foi divulgado pelo prefeito Paulo Piau (MDB) em entrevista à Rádio JM na última semana.

Denominado de “Cidade Vigiada”, o sistema engloba a implantação de câmeras com software de leitura de placas, analíticos forenses e um Centro de Monitoramento e Controle.  O edital prevê a aquisição de até 330 câmeras, montante suficiente para que a Codiub ofereça o serviço a Uberaba e também a outros municípios. 

Segundo o presidente da Codiub, jornalista Denis Silva, o projeto vem sendo desenvolvido há dois anos. Nesse intervalo, a companhia estudou e testou várias possibilidades de monitoramento, enviou servidores para capacitação em empresas que fornecem equipamentos e agora chegou a um projeto viável.

Silva informa que Uberaba será a primeira cidade a receber a implantação do sistema e o investimento local será custeado com recursos da própria companhia. A previsão é de investir cerca de R$1,5 milhão na primeira etapa, o que deve incluir o Centro de Monitoramento e mais de 50 câmeras.  A ideia é constituir um “case” de sucesso na cidade para atrair cidades interessadas e criar um cinturão de segurança na região.

Ainda segundo o presidente da Codiub, o sistema Cidade Vigiada será diferente do programa Olho Vivo. Enquanto o monitoramento do Olho Vivo é realizado apenas assistindo a transmissão das câmeras, o sistema da Codiub será totalmente inteligente e contará com softwares analíticos que acusam, por exemplo, placas e veículos roubados.  A tecnologia ainda terá integração em tempo real com o sistema da Polícia Militar para enviar alertas de atividades suspeitas.

Além disso, o monitoramento poderá ajudar as forças de segurança na análise de eventos pretéritos. Será possível, por exemplo, identificar veículos e ou pessoas que passaram por determinado local a partir de características definidas, como cor, modelo, dentre outros no caso de veículos e ou mochilas, sacolas, bolsas, vestimenta, no caso de identificação de indivíduos.  “Estamos propondo um conjunto de ferramentas tecnológicas, soluções e inovações que vão auxiliar as forças de segurança da cidade”, manifesta. 

As empresas interessadas em participar do pregão eletrônico e disputar o contrato têm prazo a partir de segunda-feira (8) até sexta-feira (12) para apresentar propostas de preço. A vencedora terá 90 dias para entrega dos equipamentos, após a assinatura da ordem de serviço.

Leia mais


DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia