JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 12 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Secretários comemoram evolução no Índice de Desenvolvimento da Firjan

Posição de Uberaba no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) agradou integrantes do primeiro escalão da Prefeitura.

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 26/08/2009 - 22:38:24.

Posição de Uberaba no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) agradou integrantes do primeiro escalão da Prefeitura. O resultado foi divulgado ontem e a cidade ficou entre as 15 mais desenvolvidas em Minas Gerais.  A expectativa dos secretários é ampliar a nota nos próximos anos e também melhorar na avaliação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Para o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, João Franco, o resultado foi positivo, porém não aponta a mesma realidade da avaliação da ONU. Ele lembra que o município estava com 8,34 de IDH e era a quarta cidade no ranking estadual. “A metodologia da Firjan não tem semelhança com a das Nações Unidas. E o IDH é o parâmetro observado para financiamento junto ao governo federal e grandes corporações como o Banco Mundial”, disse.

Esperando bons números no próximo relatório da ONU, Franco afirma que Uberaba terá um boom de desenvolvimento organizado nos próximos cinco a dez anos,  e reafirma que o resultado abrirá portas para a conquista de mais investimentos para o município.

Já o secretário municipal de Educação, Marcos Juliano Bordon, salienta que a pontuação obtida no estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) é fruto da existência de políticas públicas e também de mecanismos para mensurar a eficiência das ações. Ele pondera que a avaliação sistêmica é um instrumento essencial para melhorar as condições da Educação, pois permite detectar as lacunas e falhas da rede municipal.

Na análise geral, Uberaba apresenta IFDM de 0,8051, estando classificada como localidade de alto desenvolvimento no sistema da Federação. A cidade subiu cinco posições na classificação estadual e agora ocupa o 15º lugar. Já no ranking nacional, o município está entre os 200 melhores do país. O desempenho em Educação, Geração de Emprego e Saúde foi superior à média do Brasil.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia