JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Empresário e serralheiro são presos em quarto de motel na rodovia 427

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/10/2021 - 00:00:00. - Por Carlos Paiva

Empresário de 28 anos e serralheiro de 31 foram presos em um quarto de motel portando arma de fogo, drogas e um telefone celular roubado na rodovia MG-427, quilometro 4, Chácaras Vale do Sol, por volta das 7h, desta sexta-feira (22). Eles estavam na companhia de duas garotas de programa. Militares da 212ª Companhia do 67ºBPM foram acionados após um motorista de aplicativo ouvir uma frase que dá conotação de que alguém estaria sendo mantido em cárcere privado no quarto do motel.

No plantão da Polícia Civil, o serralheiro foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e em seguida recolhido à Penitenciaria Professor Aluísio Inácio de Oliveira. Ele já responde a três inquéritos policiais e tem passagens por assalto, furto e posse ilegal de arma de fogo. O empresário foi ouvido e liberado juntamente com as duas mulheres.

De acordo com registro policial, os militares chegaram na suíte 22 do motel, onde instantes antes um motorista de aplicativo teria sido recebido por um homem armado, o qual teria dito: “Ninguém vai sair do quarto”.

Na porta da suíte, os militares chamaram por diversas vezes, mas ninguém atendeu. Depois de algum tempo, uma mulher abriu a porta. Os dois homens estavam dentro da suíte, sendo que o serralheiro estava com volume na cintura. Foi determinado aos dois homens e as duas mulheres que estavam na suíte que se ajoelhassem e colocassem as mãos sobre a cabeça.

Foi apreendido um revólver calibre 38, marca Rossi com seis cartuchos intactos. Também foram apreendidos: uma nota de R$2,00 enrolada para uso de cocaína, pequena quantidade de cocaína, um celular com queixa de roubo.

As duas mulheres disseram que estavam ali como garotas de programa e que teriam direito a receber R$600,00 cada. Elas deixaram por R$100,00 cada e receberam no local. Segundo as mulheres, antes da chegada da Polícia Militar os dois homens se negaram a pagar e também não deixaram elas saírem da suíte de motel. 

O proprietário do motel também apareceu e apresentou uma conta de R$2 mil, mas disse que conhece o serralheiro e concordou em receber depois.

Ficou apurado que a arma de fogo estava em poder do serralheiro e o celular roubado estava com o empresário. Os dois homens e as duas mulheres foram levados para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil. 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia