JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 20 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Adolescente denuncia o pai e diz que era estuprada desde criança

Acompanhada da mãe, a menina disse que o pai sempre pedia à irmã mais nova para sair e ir comprar algo para ficar sozinha com ela

18/09/2019 - 00:00:00. - Por Tulio Micheli Última atualização: 18/09/2019 - 18:11:58.

Reprodução/ilustrativa


Vítima relatou que o pai já saiu sozinho com ela e tentou ter relações sexuais, mas ela disse que sentia dores, e o pai, então, concluía o ato se masturbando

Adolescente de 15 anos e sua mãe, de 39, registraram boletim de ocorrência de estupro, na segunda-feira (16), em Uberaba. O suspeito dos abusos seria o próprio pai da menor, de 47 anos, que até o momento não foi localizado. 

A mãe da adolescente, durante seu depoimento, contou que é amasiada com o suspeito e que há três meses está em processo de separação. A mulher ainda contou que o casal, além da adolescente, tem mais três filhos, sendo duas crianças, de 3 e 2 anos de idade, e outra adolescente, de 13 anos.

Durante o registro da ocorrência, a mulher ainda contou que sai para trabalhar e deixa as crianças na creche e as adolescentes em casa. Ela também reforçou que, durante todo período da manhã, o homem não trabalhava e ficava no local.

De uns tempos para cá, a mulher começou a estranhar o comportamento do companheiro e também da menor de 15 anos. Desconfiada, ela passou a analisar a menina após tomar conhecimento de que uma outra filha do acusado, que hoje tem 24 anos, já teria sofrido abusos pelo próprio pai em data passada. Segundo ela, a jovem nunca teve coragem de denunciar o pai por medo de retaliações.

Na última segunda-feira, a adolescente acabou revelando às irmãs mais velhas por parte de pai que tem sofrido abusos sexuais, e que tais fatos acontecem desde que a mesma ainda era criança.

Consta no boletim de ocorrência que a adolescente sempre que ia tomar bênção do pai, ele a abraçava e lambia a orelha dela. Além disso, ele sempre pedia à filha mais nova, de 13 anos, que saísse para comprar algo para que ele pudesse ficar sozinho com a adolescente, momento em que ele aproveitava para passar as mãos pelo corpo dela, inclusive nos seios e partes íntimas. A vítima também relatou que o pai já saiu sozinho com ela e tentou ter relações sexuais, mas a adolescente disse que sentia dores, e o pai, então, concluía o ato se masturbando.

A menor informou à Polícia Militar que o fato aconteceu por diversas vezes, tanto na casa da família quanto no veículo do próprio pai. Ainda segundo a adolescente, a última vez que o homem tentou relação sexual com ela tem cerca de uma semana. A menina disse que a todo momento se sentia constrangida e alegou ter medo de magoar tanto o pai quanto a mãe. Ela afirmou à PM que se sentia coagida com a situação porque não tinha com quem desabafar.

Não suportando mais a pressão, a menina ainda entrou em contato com o pai via aplicativo de mensagens, dizendo que iria contar para a mãe sobre os abusos. O acusado, então, teria feito ameaças psicológicas, alegando que iria preso e que ela iria acabar com a vida dele caso contasse. A PM fez diligências para tentar encontrar o suspeito, mas, por enquanto, sem sucesso.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia