JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 18 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Homem é assassinado em seu apartamento na Guilherme Ferreira

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento da fuga do suspeito, enrolado em lençol: confira!

12/09/2019 - 10:09:38. - Por Tulio Micheli Última atualização: 12/09/2019 - 10:50:53.

 

 

Homem de 43 anos foi encontrado morto dentro de apartamento, na manhã de ontem, em Uberaba. O fato aconteceu na avenida Guilherme Ferreira e, após investigações, a ocorrência acabou registrada como mais um homicídio na cidade.

De acordo com apurações realizadas pela reportagem, a vítima mantinha relacionamento homoafetivo com companheiro de 41 anos, e ambos mantinham uma menina – cuja idade não foi revelada – como filha. Na ocorrência da PM não consta se ela estava em casa. O companheiro da vítima contou no boletim de ocorrência que saiu para trabalhar por volta de 23h30 de ontem, deixando a menina e a vítima no apartamento. Ele ainda contou que, por volta de 0h30, manteve contato telefônico com o companheiro e não notou nada de anormal.

Ao retornar ao apartamento, na manhã desta quarta-feira, quando entrou no quarto percebeu que a vítima estava caída ao lado da cama, despida e sem respirar. Imediatamente, o socorro foi acionado, comparecendo ao local uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém, os médicos acabaram constatando que a vítima já se encontrava em óbito, apresentando rigidez cadavérica.

Informações contidas no boletim de ocorrência ainda dão conta de que a vítima fazia uso de medicamentos controlados e tinha histórico de depressão. Ao ser acionada, a Perícia Técnica realizou os trabalhos de praxe e entendeu que a morte trazia algumas suspeitas, não podendo ser configurado apenas encontro de cadáver. Após necropsia, os médicos-legistas informaram que a vítima morreu após ser asfixiada.

Homicídio confirmado. Após a confirmação de que a vítima teria sido assassinada, a Polícia Civil iniciou imediatamente as investigações e, durante conversas com testemunhas, importantes evidências foram colhidas. Segundo uma destas testemunhas, a vítima chegou com outro homem durante a noite no apartamento. Após algum tempo, esse mesmo indivíduo saiu utilizando um lençol para tentar esconder o rosto. Ele foi até a garagem do edifício, abriu o carro da vítima e, com o controle remoto, abriu o portão que dava acesso à rua e fugiu no sentido bairro Abadia. Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento da fuga do suspeito.

Ainda no boletim de ocorrência, o homem de 41 anos contou que o parceiro mantinha relacionamentos extraconjugais com outras pessoas, inclusive afirmando que a vítima se deslocava até as proximidades do terminal rodoviário para conhecer outras pessoas para, depois, levar até seu apartamento e ter encontros amorosos.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa já entrou no caso e está em busca de novas evidências que possam levar à identificação e localização do autor.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia