JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 03 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Em reunião, grandes de SP alinham discurso para evitar repetir confusão do Campeonato do Rio de Janeiro

Andrés Sanchez, Mauricio Galiotte, Carlos Augusto Barros e José Carlos Peres se reuniram e mantiveram a postura de que seguirão tomando decisões conjuntamente.

27/05/2020 - 17:24:40. - Por Agência Estado Última atualização: 27/05/2020 - 17:25:02.

Por Leandro Silveira e Marcius Azevedo 

Os quatro principais times de São Paulo seguem alinhados e trabalhando junto em um único planejamento para a retomada das atividades no futebol estadual. Esse é o consenso entre Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, que se reuniram nesta terça-feira, em encontro virtual que também contou com a participação do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.

É uma postura completamente oposta da que tem sido vista no Rio. Por lá, Flamengo e Vasco lideram as iniciativas para retomada do Campeonato Carioca, sendo que o clube rubro-negro voltou aos treinamentos antes mesmo de ter a autorização da prefeitura. Além disso, os dirigentes das equipes participaram na semana passada de reunião com o presidente Jair Bolsonaro para discutir e defender a volta do futebol.

Já Botafogo e Fluminense são contrários ao retorno e nem participaram de reunião com o prefeito Marcelo Crivella sobre o tema. Além disso, ainda não definiram quando voltarão a treinar, em postura reforçada durante o conselho arbitral da competição.

Para evitar confusão e reforçar a união, Andrés Sanchez, Mauricio Galiotte, Carlos Augusto Barros e Silva e José Carlos Peres se encontraram com Carneiro Bastos nesta terça. E mantiveram a postura de que seguirão tomando decisões conjuntas.

Assim, segue firme o planejamento para que a volta aos treinos ocorra no mesmo dia, ocorrendo o mesmo com a realização dos testes para o coronavírus. Não há, porém, qualquer definição de data para isso, o que só ocorrerá a partir do aval autoridades de saúde de São Paulo.

O Paulistão foi paralisado em 16 de março, após a conclusão da antepenúltima rodada da primeira fase. Já o estado de São Paulo segue com medidas de isolamento social até o fim de maio, sendo que a expectativa é para que o governador João Doria anuncie novas ações para junho nesta quarta-feira, o que pode incluir até mesmo a ampliação das restrições, em algumas regiões, como a capital.

Além disso, os clubes e a FPF reforçaram a postura de que seguirão atentos e respeitando as determinações das autoridades para a volta do Paulistão. Anteriormente, federação e clubes haviam definido que o torneio será encerrado dentro de campo, sem alterações no regulamento de disputa, a não ser a liberação para inscrição de novos jogadores.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia