JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Renault promete igualdade de motores à RBR, na Fórmula 1

Última atualização: 31/12/2016 - 07:48:57.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, revelou que a Renault garantiu que vai entregar o mesmíssimo motor em 2017, assegurando que não haverá diferença entre as unidades usadas pela equipe de fábrica da montadora e a equipe austríaca.

Depois de um ano de muitos conflitos entre as duas marcas em 2015, a escuderia das bebidas energéticas preferiu usar os motores franceses preparados pela Ilmor neste ano - batizados de Tag Heuer -, mas, a partir de 2017, tanto a Red Bull quanto a Toro Rosso vão voltar a competir com as unidades da marca do losango.

A Renault também voltou a ter time no grid da F1 na temporada 2016 e vive um projeto de tentar retomar o caminho das vitórias em 2020. A esquadra francesa terá em seus cockpits o alemão Nico Hülkenberg e o inglês Jolyon Palmer.

"Temos a garantia de paridade absoluta e estabelecer esse ponto como referência é muito bom para que possamos ter uma avaliação. Eles estão em um processo de construção e querem uma referência imediata do que o motor pode fazer", explicou o dirigente inglês.

Horner afirmou ainda que todas as críticas feitas à falta de confiabilidade das unidades de potência da Renault no passado valeram a pena. "Acho que as coisas mudaram internamente depois disso. Após as dificuldades que tivemos no ano passado, que foi o catalisador para uma mudança de posição, começamos também a ver os benefícios neste ano", emendou.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia