JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Cidades Digitais apresenta novas tecnologias a gestores

Cerca de 30 municípios estiveram representados, que serviu para a troca de experiências bem-sucedidas na área de tecnologia

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

- Por Geórgia Santos Última atualização: 04/08/2017 - 08:32:47.

Foto/Sandro Neves

Evento aconteceu ontem na sede da Fiemg/Regional, quando representantes de municípios apresentaram projetos bem-sucedidos

Representantes de municípios da região participaram ontem da primeira edição do Fórum “Cidades Digitais” do Triângulo Mineiro. O evento reuniu gestores de cerca de 30 municípios interessados em projetos realizados por meio das tecnologias da informação e comunicação. O programa Cidades Digitais trata da implantação de sistemas digitais de integração nas cidades em diversas áreas, desde a segurança pública à geração de emprego e renda. No fórum, os municípios trocaram experiências sobre os projetos que desenvolvem por meio do uso da tecnologia.

“A tecnologia aplicada na gestão pública é a inteligência sendo utilizada a fim de que o município possa oferecer cada vez melhor o serviço para o cidadão. O município deve compreender que precisa inserir a tecnologia na gestão”, explica o diretor da Rede Cidade Digital, José Marinho.

O evento, organizado pela Rede Cidade Digital (RCD), tem a parceria da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande (Amvale). Minas Gerais foi inserida recentemente no cronograma da rede, que já conta com outros cinco estados, e o primeiro evento realizado em Minas aconteceu em Varginha e reuniu as cidades da região.

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, esteve no evento. De acordo com ele, discutir tecnologia é importante, sobretudo na área de segurança pública. Durante o fórum ele conheceu ações que podem ser aplicadas em Uberaba.

Um dos exemplos levados ao evento foi o sistema de videomonitoramento adotado em Araxá. Em vigor há quase um ano, a metodologia vem trazendo bons resultados, comprovados pela Polícia Militar, segundo o secretário de Segurança de Araxá, Élvio Bertoni. “Primeiro, avaliamos o projeto Olho Vivo e concluímos que não era vantajoso para o município. A partir daí, desenvolvemos um modelo próprio, que tem como objetivo a repressão da criminalidade e da violência”, diz.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia