JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 11 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Continua depois da publicidade



Más condições do asfalto leva motoristas a "fecharem" Filomena em manifestação

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

05/08/2022 - 15:57:47. - Por Bruno Campos Última atualização: 05/08/2022 - 17:20:44.

Nesta sexta-feira (5), em manifestação contra as condições do asfalto da rodovia AMG-2595, antiga Filomena Cartafina, caminhoneiros fecharam por cerca de quinze minutos a via, impedindo o tráfego de veículos pelo local. Em vídeos compartilhados em grupos de whatsapp, os manifestantes reclamam dos buracos na rodovia.

"Não 'tá' tendo jeito de andar nessa Filomena aqui não. Tem que dar uma parada, uma segurada de frente o pátio, pra mostrar pra essa prefeita. O que dois 'caminhão' de massa, três 'caminhão' de massa vai fazer falta? Depois conserta logo de vez!", pontua um dos manifestantes.

Em áudio, um dos envolvidos na manifestação reforça que o trecho é de responsabilidade do governo, "mas que quem está passando por ali é cidadão uberabense". Os motoristas se queixam também dos danos causados aos veículos por conta das condições da via.

No mês de julho, o consórcio ETHOS/HWN - AMG 2595 e 2510, formado por duas empresas da capital mineira, ganhou a licitação para a revitalização da Av. Filomena Cartafina. Na proposta apresentada pelo consórcio o valor foi de R$20.102.992,24. O consórcio tem um prazo de 12 meses para a execução do serviço que será responsável pela pavimentação de 28 quilômetros da rodovia AMG-2595, no trecho entre Uberaba e o Distrito Industrial III. A ordem de serviço para que o consórcio inicie a revitalização ainda não foi emitida pelo estado.

A Prefeitura de Uberaba foi acionada para posicionamento a respeito da manifestação e ateve-se a dizer que "a responsabilidade da infraestrutura da Filomena Cartafina é do Estado/DER".

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar