JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Continua depois da publicidade



13 de maio: comemoração da Lei Áurea terá manifestações em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

12/05/2022 - 16:20:06. - Por Tito Teixeira Última atualização: 13/05/2022 - 06:48:27.

Além do tradicional 13 de maio, a comemoração pela publicação da Lei Áurea, que pôs fim a escravidão no Brasil, será estendida em Uberaba, e no sábado também haverá manifestações em alusão à data. O cortejo, que é realizado por Ternos de Congada e Moçambique, está programado para o dia 14.

O presidente da Associação de Congadas, Moçambique, Afoxés e Vilões – Rei Ambrósio (Acomavu), Luís Marcelo Conceição, disse que realizar o evento no final de semana é o ideal, pois também vai possibilitar que mais pessoas consigam participar. De acordo com ele, para este ano está programada de acontecer uma missa nesta sexta-feira (13), a partir das 19 horas, na igreja Nossa Senhora da Abadia, com as presenças de todos os Ternos de Congadas e Moçambique, enquanto o cortejo sempre vai acontecer no sábado.

Para Conceição, após este período tão difícil de pandemia, onde as vidas viraram de cabeça para baixo, entende que ficou muito difícil fazer o cortejo no meio da semana. Ele destaca que as ocupações diárias, como estudo e trabalho, dificultam a realização do evento fora de um fim de semana.

“Atrapalha muito, demoramos 34 minutos para atravessar a avenida Leopoldino de Oliveira, que precisa ser interditada. Nós resolvemos mudar por causa da logística”, explicou Luís Marcelo, que esta semana participou de sessão realizada na Câmara Municipal, para defender a aprovação do projeto que criou a Semana Municipal do Congado e o dia 13 de maio como o Dia do Congadeiro e do Moçambiqueiro.

Além disso, de acordo com Luis Marcelo, outro benefício é poderão trazer ternos de outras cidades da região, que certamente também irão movimentar o comércio da cidade.

Projeto. O projeto aprovado na Câmara possibilitará a homenagem a todos generais, capitães e soldados dos diversos ternos de Congado e Moçambique de nossa cidade, que por séculos mantém a tradição dos desfiles, como também aumentar o leque de ações e eventos visando a preservação dos festejos do 13 de maio.

Associação promove o segundo cortejo este sábado, com outro grupo de congada

Além do tradicional 13 de maio, a comemoração pela assinatura da Lei Áurea, que pôs fim à escravidão no Brasil, será estendida em Uberaba, e neste sábado (14), também haverá manifestações em alusão à data. Outro cortejo de ternos de Congada e Moçambique está programado.

O presidente da Associação de Congadas, Moçambique, Afoxés e Vilões – Rei Ambrósio (Acomavu), Luís Marcelo Conceição, disse que realizar o evento no fim de semana é o ideal, pois também vai possibilitar que mais pessoas consigam participar. De acordo com ele, para este ano está programada uma missa nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, no Santuário Basílica de Nossa Senhora da Abadia, com a presença de todos os ternos de Congada e Moçambique, enquanto o cortejo vai acontecer neste sábado.

Para Conceição, após esse período tão difícil de pandemia, onde as vidas viraram de cabeça para baixo, ficou muito difícil fazer o cortejo no meio da semana. Ele destaca que as ocupações diárias, como estudo e trabalho, dificultam a realização do evento fora de um fim de semana.

“Atrapalha muito. Demoramos 34 minutos para atravessar a avenida Leopoldino de Oliveira, que precisa ser interditada. Nós resolvemos mudar por causa da logística”, explicou Luís Marcelo, que nesta semana também participou de sessão da Câmara Municipal para defender a aprovação do projeto que criou a Semana Municipal do Congado e o dia 13 de maio como o Dia do Congadeiro e do Moçambiqueiro.

Além disso, de acordo com Luís Marcelo, outro benefício é que poderão trazer ternos de outras cidades da região, que certamente também irão movimentar o comércio da cidade.

Projeto. O projeto aprovado na Câmara possibilitará a homenagem a todos os generais, capitães e soldados dos diversos ternos de Congada e Moçambique de nossa cidade, que por séculos mantêm a tradição dos desfiles, como também aumentará o leque de ações e eventos visando a preservação dos festejos do 13 de maio.  

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia