JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 12 de abril de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Cadastro eletrônico de vacinação já está disponível em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/02/2021 - 10:07:55. - Por Luiz Henrique Cruvinel Última atualização: 27/02/2021 - 10:36:23.

O avanço do plano municipal de vacinação exige da administração maior agilidade na aplicação das doses e na manutenção da informação de pessoas imunizadas. Para isso, a secretária adjunta da Saúde, Fabiana Prado, em entrevista à Rádio JM neste sábado, 27, confirmou a disponibilização de plataforma de cadastro eletrônico de vacinação neste final de semana. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Uberaba, o acesso será realizado pelo link.

De acordo com Fabiana, o processo de vacinação deve prezar pela ausência de tumulto e estresse, e facilitar o acesso da população ao processo de imunização. Com o avanço das fases, o número de uberabenses incluídos nas faixas etárias aumenta, e isso exige preparação adequada da Secretaria Municipal de Saúde.

Além disso, a secretária adiantou a criação de um portal de transparência municipal para que os cidadãos possam ter acesso integral ao processo de imunização. A ideia é funcionar como o vacinômetro mineiro disponível no site do Governo Estadual, e acrescentar função e local de trabalho das pessoas vacinadas.

“Nesse final de semana nós devemos lançar nosso cadastramento eletrônico, que vai permitir uma organização maior, uma comunicação melhor e uma tranquilidade para a população. Também tivemos apoio da Controladoria Geral do município que está organizando um Portal da Transparência, que nós já começamos a alimentar, para que toda população tenha acesso a um vacinômetro em tempo real. Quantas vacinas recebemos e quantas estão caindo no colo da população de Uberaba”, finaliza Fabiana Prado.

Contudo, de acordo com o secretário de Saúde Sétimo Bóscolo, o cadastro não irá caracterizar um agendamento e nem mesmo uma reserva de doses, mas servirá para orientação e agilização do processo de imunização. As informações permitirão um levantamento de faixas etárias e categorias, ponto principal para avaliar o quantitativo de doses necessárias para a vacinação.

“O cadastro será uma ferramenta importante em termos de quantitativo e também para podermos observar, por exemplo, o número de cidadãos com comorbidades, quais são elas e como poderemos ampliar o atendimento, ou mesmo, acioná-las para informar quais atendimentos elas podem buscar na rede de saúde municipal. Hoje temos uma estimativa de pessoas por faixa etária, mas com o cadastro, teremos um suporte a mais de informações”, destacou Sétimo.

Durante o cadastro, cidadão deverá informar obrigatoriamente um número de celular e um e-mail para que a Prefeitura entre em contato e informe sobre a chegada de novas doses que contemplem o público que a pessoa está inserida. Caso a pessoa não tenha e-mail ou celular ela poderá informar os dados de uma pessoa de confiança.


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia