JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 02 de junho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Pandemia não permite estoque e gás começa a faltar nas revendas em Uberaba

Categoria espera pela chegada de nova remessa do produto ainda nesta tarde, mas alerta para a possibilidade de falta nos próximos dias

06/04/2020 - 11:28:05. - Por Michelle Rosa Última atualização: 06/04/2020 - 11:29:42.

Em meio à pandemia de coronavírus, consumidores perceberam que está faltando gás de cozinha em diversos bairros de Uberaba. A média para revenda na cidade está entre R$70 e R$75. Nesta segunda-feira (6), a reportagem entrou em contato com diversas revendedoras de gás, que também relataram a falta do produto para repassar aos consumidores.

Em pesquisa realizada pelo JM Online em estabelecimentos comerciais que oferecem o produto, a fala dos comerciantes é mesma: “estamos desabastecidos deste produto e a expectativa é de que na tarde de hoje a entrega seja realizada em Uberaba. Desde que foi decretada a pandemia, o produto chega a faltar e não conseguimos fazer estoque”, explica.

O preço de cada botijão de 13 kg é vendido na cidade com valores que variam entre R$ 70 e R$75, que está dentro da média do valor cobrado na cidade. Contudo, há lugares vendendo o botijão a valores acima da média, portanto o consumidor deve ficar atento e pesquisar antes de comprar.

A Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito (ASMIRG) explica que cerca de 50% do abastecimento de gás de cozinha em Minas Gerais vem da refinaria Gabriel Passos, em Betim, única do Estado. O restante vem principalmente de Rio de Janeiro e São Paulo, estados que têm enfrentado dificuldades. A instituição ainda alerta para outras questões ligadas à logística e à operação, que podem afetar o preço do gás.

No último dia 30, a Petrobras informou que estava reforçando o abastecimento do gás liquefeito de petróleo (GLP), através de compras adicionais já efetuadas dentro do seu programa de importação. As importações adicionais se somarão às produções atuais das refinarias da região Sudeste com a chegada de três navios no porto de Santos, até o dia 10 de abril.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia