JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 29 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

"Barreira sanitária não é blitz", explica capitão da PM

Segundo o secretário-executivo do Conselho Municipal de Segurança, muitas pessoas estão achando que as barreiras sanitárias são blitze policial

27/03/2020 - 11:10:09. - Por Michelle Rosa

Foto/Marco Aurélio - PMU

Uberaba instituiu barreiras sanitárias para controlar a entrada de pessoas diante da pandemia de coronavírus. As barreiras foram montadas em sete locais estratégicos do perímetro urbano, que compõem a entradas e saídas da cidade.

De acordo com o secretário-executivo do Conselho Municipal de Segurança de Uberaba, Capitão Roberto Alves de Oliveira, o objetivo é verificar como está a saúde das pessoas que passam pelo bloqueio sanitário. “Algumas pessoas acham que as barreiras são como uma blitz policial. Gostaria de salientar que não são. Esse é um bloqueio para que possamos verificar se as pessoas que estão entrando na cidade estão com sintomas de coronavírus ou não. Se esteve em algum polo ou em contato com pessoas que estavam com sintomas da Covid-19. Caso seja identificado (alguém infectado), as medidas necessárias serão tomadas”, explica o secretário.

Ainda de acordo com o capitão, quem for identificado com sintomas de coronavírus terá o caso notificado e deverá assinar um Termo de Responsabilidade de Isolamento Domiciliar. Dependendo da gravidade, a pessoa já será encaminhada para o equipamento de saúde adequado. 

As barreiras sanitárias estão funcionando nas avenidas João XXIII, Dona Maria de Santana Borges, Tonico dos Santos, Elias Cruvinel, Randolfo Borges, Niza Marquez Guaritá e no posto Graal. “Estamos abordando veículos com muitas pessoas, que estão vindo de fora de Uberaba, vindo de lugares que já têm um histórico de disseminação alta do vírus”, finaliza Capitão Roberto. 


Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia